Petróleo perto de 84 dólares dá energia à Galp. Lisboa soma e segue com Jerónimo Martins em recorde

O barril de Brent aproxima-se dos 84 dólares. Avanço de 1% em Londres está a dar impulso à Galp Energia. Lisboa acompanha Europa nas subidas. Jerónimo Martins atinge máximo histórico.

As bolsas europeias abriram em alta e o principal índice português acompanha a tendência, depois de uma sessão que também foi de ganhos nos mercados asiáticos.

Os dados da inflação divulgados na quarta-feira e a publicação das minutas da última reunião da Fed estão a cimentar a expectativa de que o banco central dos EUA vai reduzir as compras mensais de dívida já em novembro e encerrar o programa em meados do ano que vem.

O pan-europeu Stoxx 600 avança 0,7%. Nas principais praças do continente, os ganhos superam 0,5% e aproximam-se de 1% em alguns casos, como em Espanha e França. Na bolsa de Lisboa, o PSI-20 valoriza 0,60%, para 5.626,63 pontos.

A Galp Energia surge em destaque. As ações da petrolífera sobem 1,16%, para 9,918 euros, num contexto em que o Brent volta a negociar em alta: o preço avança 0,91% e praticamente toca os 84 dólares por barril em Londres.

Mas a estrela é mesmo a Jerónimo Martins. A retalhista que detém o Pingo Doce está a negociar em máximos históricos esta quinta-feira: as ações já trocaram de mãos a 18,86 euros. A subida é de 0,88% face à sessão prévia.

Evolução das ações da Jerónimo Martins em Lisboa:

Também os CTT registam ganhos, uma subida de 1,03%, contribuindo para o avanço do índice. Mas o BCP dá mais impulso, valorizando 1,09%, para 15,82 cêntimos cada título.

Entre as elétricas, a EDP Renováveis soma 0,46% e a EDP ganha 0,38%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Petróleo perto de 84 dólares dá energia à Galp. Lisboa soma e segue com Jerónimo Martins em recorde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião