Nhood atribui 150 euros aos colaboradores. Quer melhorar o espaço de teletrabalho

Assumindo que a habitação passará a ser um dos locais de trabalho das pessoas, a empresa ofereceu um cheque de 150 euros aos colaboradores para ajudar na aquisição de material de escritório.

A Nhood Portugal decidiu avançar para um modelo de trabalho híbrido e vai atribuir um voucher no valor de 150 euros a cada um dos colaboradores para ajudar na aquisição do equipamento necessário para melhorar o espaço de trabalho em casa. Um regime de horário flexível e horários bloqueados para a realização de reuniões são outras das medidas avançadas pela empresa de soluções imobiliárias.

“A pandemia revolucionou a forma de trabalhar, com o teletrabalho a ser visto como uma vantagem pela maioria das pessoas. Assim, o retorno ao trabalho presencial, após tanto tempo em teletrabalho, apresenta diversos desafios, tantos para as pessoas, que terão de se readaptar novamente às rotinas do escritório, como para as empresas, que devem considerar ser mais flexíveis e promover o equilíbrio entre a esfera pessoal e profissional das pessoas”, começa por dizer Margarida Madeira, diretora de people & culture da Nhood Portugal, empresas de soluções imobiliárias, em comunicado.

“Realizámos uma escuta ativa juntos das nossas equipas e estas medidas são o reflexo das necessidades por elas demonstradas. Cremos que estas novas medidas terão um forte impacto na vida das pessoas e que serão certamente benéficas para todos”, acrescenta.

Margarida Madeira, diretora de People & Culture da Nhood Portugal, em entrevista ao ECO/Pessoas - 26ABR21
Margarida Madeira é a diretora de people & culture da Nhood Portugal.Hugo Amaral/ECO

A atribuição do voucher surge na sequência da decisão da empresa de avançar com um modelo de trabalho híbrido, apostando num maior equilíbrio entre a vida pessoal e profissional. Mas, além da possibilidade de manter o teletrabalho ou trabalho remoto, será também adotado um regime de horário flexível que irá permitir aos colaboradores iniciarem a sua jornada de trabalho até às 10h00 ou terminarem a mesma a partir das 17h00.

A sexta-feira passará a ser também um dia diferente, uma vez que será possível iniciar o fim de semana mais cedo, a partir das 13h00. “Visando o bem-estar comum, e depois de um processo interno de consulta, no qual foram tidas em conta as diferentes realidades da equipa, a Nhood Portugal decidiu aplicar também algumas alterações no próprio funcionamento da empresa, como criar um dia sem reuniões, que, neste caso, será a sexta-feira. Face à flexibilidade do horário, também não será possível marcar reuniões antes das 10h00 e depois das 17h00“, detalha a companhia.

A atribuição de bónus para a compra de material de escritório, de modo a que o teletrabalho seja mais agradável e produtivo, não é novidade entre as empresas. Sobretudo nos primeiros meses da pandemia, foram várias a organizações que atribuíram cheques aos seus colaboradores para apoiar a aquisição de material de escritório, como monitores, cadeiras, mesas, periféricos ou impressoras.

Foi o caso da Siemens — que, em dezembro, ofereceu um cheque de 250 euros — ou da Coverflex, que decidiu oferecer um bónus anual de mil euros a cada um trabalhador para que invistam, realmente, no trabalho remoto, podendo ser utilizado para adquirir material de escritório, trabalhar a partir de outro país, ou pagar o passe mensal de um espaço de cowork, por exemplo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nhood atribui 150 euros aos colaboradores. Quer melhorar o espaço de teletrabalho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião