Rendimento de impostos e contribuições sociais recua 215 mil milhões na UE em 2020

  • Lusa
  • 29 Outubro 2021

Em Portugal, o indicador caiu de 78,7 mil milhões de euros em 2019 (36,7% do PIB) para 75,2 mil milhões em 2020 (37,6% do PIB).

O rendimento dos impostos e contribuições sociais na União Europeia (UE) recuou, em 2020, 215 mil milhões de euros face ao ano anterior, o que, segundo o Eurostat, não acontecia desde 2009.

De acordo com o gabinete estatístico europeu, os rendimentos provenientes de taxas, impostos e contribuições sociais recuou em 2020 para os 5.531 mil milhões de euros, face aos 5.746 mil milhões de 2019.

O peso destes rendimentos face ao Produto Interno Bruto (PIB), por seu lado, cresceu de 41,1% em 2019 para 41,3% no ano passado.

Este aumento da soma de impostos e contribuições sociais líquidas em percentagem do PIB, deve-se a uma diminuição do numerador (PIB nominal) como resultado da pandemia da Covid-19.

Em Portugal, o indicador caiu de 78,7 mil milhões de euros em 2019 (36,7% do PIB) para 75,2 mil milhões em 2020 (37,6% do PIB).

Os maiores rácios dos impostos e contribuições sociais em percentagem do PIB, em 2020, foram registados na Dinamarca (47,6%), França (47,5%) e Bélgica (46,2%) e os menores na Irlanda (20,8%), Roménia (27,2%) e Malta (30,4%).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Rendimento de impostos e contribuições sociais recua 215 mil milhões na UE em 2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião