Daniela Braga é “Personalidade do ano” para a Câmara do Comércio Americana

A gestora portuguesa é uma das 12 pessoas que vai ajudar a desenhar a estratégia de dados para a inteligência artificial, nos Estados Unidos.

A Câmara do Comércio Americana Portugal (AmCham) atribuiu o prémio de “Personalidade do ano” a Daniela Braga, CEO e fundadora da Defined.ai. A portuguesa é uma das 12 pessoas que vai ajudar a desenhar a estratégia de dados para a inteligência artificial, nos EUA. A distinção, criada em celebração dos 70 anos da AmCham em Portugal, foi o terceiro reconhecimento recebido este ano pela fundadora da startup portuguesa, depois de ser eleita pela Apolitical uma das 50 pessoas do mundo mais influentes, e o Goldman Sachs a ter considerado uma das 100 empreendedoras mais intrigantes de 2021.

“Em junho de 2021, foi criada uma task force pela administração Biden, a ‘National Artificial Intelligence Research Resource e Task Force’, que tem por missão o aconselhamento do governo federal, mas também a elaboração de um guia para a criação do centro de pesquisa nacional de inteligência artificial, uma plataforma de partilha de investigação, dando aos estudantes e investigadores de inteligência artificial acesso às ferramentas computacionais, dados, ferramentas educativas e apoio ao utilizador. São 12 os elementos que integram esta task force, e entre esses 12 elementos encontra-se a portuguesa Daniela Braga, o que nos deixa muito orgulhosos”, lê-se na publicação feita pela AmCham Portugal no LinkedIn.

Na impossibilidade de estar presente no jantar, por se encontrar nos EUA, foi através de um pequeno testemunho que Daniela Braga participou do AmCham Tributes, referindo estar muito “orgulhosa” pela distinção.

Com duas décadas de experiência em investigação, indústria e empreendedorismo, e uma formação que abrange desde a linguística à engenharia e à inteligência artificial, Daniela Braga é uma cidadã do mundo e faz parte dos líderes mundiais da adoção do crowdsourcing em grandes empresas. A empresária angariou mais de 63 milhões de dólares, sendo a empresária que angariou a maior série B numa empresa de IA nos Estados Unidos.

Em 2015 fundou a Defined.ai e, nos últimos anos, recebeu vários prémios e nomeações, tais como “Entrepreneur Of The Year 2020 Pacific Northwest finalist” e “Entrepreneur of the Year 2019”, pelo Prémio João Vasconcelos. Sob a sua liderança, a Defined.ai conseguiu o 27.º lugar na lista “Inc 5000”, ganhou o “VentureBeat AI Innovation Award” e foi apresentada em vários rankings, tais como a “Forbes America’s Best Startup Employers”, “Forbes’ America’s Top 50 Most Promising AI Companies” e “CBInsight’s AI 100: The Artificial Intelligence Startups Redefining Industries”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Daniela Braga é “Personalidade do ano” para a Câmara do Comércio Americana

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião