Há mais de mil vagas para as bolsas da Fundação José Neves

As candidaturas estão abertas até 15 de dezembro. A Fundação criada por José Neves, o fundador da Farfetch, tem 1,3 milhões de euros até ao final do ano destinados ao pagamento de propinas.

De norte a sul do país, treze universidades públicas e institutos politécnicos têm 1.028 vagas disponíveis em 156 cursos para as bolsas da Fundação José Neves (FJN). As candidaturas estão abertas até ao dia 15 de dezembro e a FJN tem disponível cerca de 1.3 milhões de euros para investir no pagamento de propinas até final do ano. A Fundação já investiu 1,2 milhões nesta iniciativa.

O ISA FJN é um programa de apoio para todos os portugueses que pretendam investir na sua educação, independentemente da situação pessoal, profissional ou capacidade financeira. Pretendemos democratizar o acesso à educação”, destaca Carlos Oliveira, presidente executivo da Fundação José Neves, em comunicado.

Desde setembro de 2020, a FJN já atribui 178 bolsas, resultado de um investimento superior a 1,2 milhões de euros no pagamento de propinas. Para o presidente executivo da FJN, “a formação e a aprendizagem ao longo da vida é crucial para responder aos desafios do futuro que requerem novas e diversificadas competências”.

Conheça a lista das 13 instituições de ensino superior públicas com vagas disponíveis para bolsas da Fundação José Neves:

  1. Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (15 cursos, 73 vagas)
  2. Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa (5 cursos, 37 vagas)
  3. Instituto Politécnico de Leiria (5 cursos, 26 vagas)
  4. Instituto Politécnico de Setúbal (11 cursos, 72 vagas)
  5. Instituto Politécnico de Tomar (13 cursos, 65 vagas)
  6. Instituto Politécnico de Viana do Castelo (19 cursos, 102 vagas)
  7. Instituto Politécnico do Cávado e Ave (17 cursos, 110 vagas)
  8. Instituto Politécnico do Porto (2 cursos, 24 vagas)
  9. Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa (10 cursos, 154 vagas)
  10. Universidade de Aveiro (5 cursos, 32 vagas)
  11. Universidade de Évora (5 cursos, 15 vagas)
  12. Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (18 cursos, 93 vagas)
  13. Universidade do Minho (31 cursos, 210 vagas)

As bolsas são dirigidas aos estudantes e também a todos aqueles que já estão no mercado de trabalho. O ISA FJN facilita o acesso dos portugueses a cursos e formações onde existe uma grande necessidade de talento.

O ISA FJN é um programa de bolsas reembolsáveis, baseado no modelo de acordo de partilha de rendimentos e tem como objetivo apoiar os portugueses no acesso aos cursos e formações que lhes permitam adquirir as competências para os empregos do futuro, através do pagamento integral da propina.

A fundação José Neves garante o pagamento integral da propina e esse investimento só é reembolsado se e quando o estudante atingir as condições previamente definidas para o fazer de forma sustentada.

No total, entre universidades, institutos politécnicos e diversas escolas de formação prática e intensiva, são já 252 os cursos elegíveis e 36 as instituições parceiras do ISA FJN. Os interessados em beneficiar deste apoio deverão submeter a candidatura através deste link, em paralelo com a inscrição na instituição de ensino do curso elegível.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Há mais de mil vagas para as bolsas da Fundação José Neves

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião