Jerónimo Martins cria Centro Incluir. Vai formar pessoas com deficiência para potenciar a sua empregabilidade

O grupo já começou a receber candidaturas para o Centro Incluir. As primeiras turmas começam a formação em janeiro.

O Grupo Jerónimo Martins inaugura esta terça-feira o Centro Incluir, que tem como objetivo formar pessoas com deficiência ou incapacidade, potenciando a sua empregabilidade. O grupo já está a receber candidaturas através da plataforma “Candidaturas Programa Incluir” e as primeiras turmas começam a formação já em janeiro.

“Criámos este centro para proporcionar uma oportunidade de formação e, posteriormente, de emprego a uma franja da sociedade que encontra muitos obstáculos para entrar no mercado de trabalho. Desde 2015, o Grupo Jerónimo Martins já criou oportunidades de emprego para mais de 550 pessoas com deficiência através do Programa Incluir e pretendemos que este Centro aumente a nossa capacidade de as formar e integrar”, começa por dizer Marta Maia, chief people officer do Grupo Jerónimo Martins, citado em comunicado.

“Queremos também que o centro contribua, através do seu trabalho e do seu exemplo, para reforçar a cultura de inclusão na sociedade em geral. É por isso que este será um espaço aberto à comunidade, que poderá ser visitado, e que dinamizará conferências e debates que ajudem a sensibilizar para a necessidade urgente de sermos todos mais inclusivos”, acrescenta.

Localizado em Telheiras, Lisboa, este novo centro vai funcionar com base numa metodologia inovadora de formação e desenvolvimento, customizada para cada formando e adaptada às funções que podem ser desempenhadas em cada um dos negócios do grupo.

A primeira fase da formação tem a duração de duas semanas e decorre em sala, com treino de competências comportamentais e relacionais e simulação prática de tarefas numa área do centro onde foi construída uma loja-escola.

Segue-se uma segunda fase, de dez semanas, para formação prática em contexto de trabalho, com o suporte de tutores – colaboradores responsáveis pelo acompanhamento e desenvolvimento de cada formando no local de trabalho – e da equipa de inclusão. Concluídas estas duas fases, os formandos deverão estar preparados para serem contratados pelas companhias do grupo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Jerónimo Martins cria Centro Incluir. Vai formar pessoas com deficiência para potenciar a sua empregabilidade

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião