Costa elogia parceria “promissora” da Bosch com a Universidade do Porto

O primeiro-ministro considera que o projeto de 28 milhões para a condução autónoma com a Universidade do Porto não fica nada a dever às parcerias que o grupo alemão já tem no Minho e em Aveiro.

António Costa sublinhou que a parceria assinada esta terça-feira entre a Bosch Portugal e a Universidade do Porto (UPorto) “é tão ou mais promissora do que as que foram celebradas” anteriormente com as Universidades do Minho e de Aveiro.

“Era difícil encontrar melhor parceiro do que a Universidade do Porto”, acrescentou o primeiro-ministro durante a cerimónia de assinatura do contrato de investimento entre o grupo alemão, a instituição de Ensino Superior e a AICEP.

Como o ECO escreveu na segunda-feira, a Bosch vai avançar com um projeto de inovação com a Universidade do Porto que visa o desenvolvimento de “soluções para melhorar as capacidades sensoriais dos veículos autónomos, através de algoritmos de perceção baseados nos dados recolhidos pelos seus sensores”.

Esta iniciativa conjunta de inovação na área da mobilidade inteligente representa um investimento superior a 28 milhões de euros. O designado projeto THEIA – Automated Perception Driving prevê a integração de cerca de 55 novos colaboradores da Bosch e mais de 70 investigadores na Universidade do Porto.

Isto demonstra bem a qualidade e a excelência quer dos recursos humanos formados, quer a qualidade do conhecimento produzido na Universidade do Porto.

António Costa

Primeiro-ministro

Este é apenas o mais recente projeto de inovação desenvolvido pela Bosch Portugal, liderada por Carlos Ribas, em colaboração com instituições de Ensino Superior no país. A mais antiga e também relevante tem sido desenvolvida em Braga, envolvendo a Bosch Car Multimedia e a Universidade do Minho, ultrapassando 165 milhões de euros de investimento.

Iniciada em 2013, a aliança minhota da Bosch já resultou no registo de mais de 70 patentes nos domínios da mobilidade do futuro e da transformação digital da indústria. No mês passado foi assinalado o encerramento da terceira fase desse projeto, focada igualmente na condução autónoma e na digitalização industrial e que envolveu 750 quadros da Bosch e da Universidade do Minho.

Já em Aveiro, onde está instalada a unidade industrial da Bosch Termotecnologia, a mais recente colaboração, anunciada em abril deste ano, diz respeito ao projeto Augmanity, para a implementação do 5G na indústria portuguesa. O valor desse investimento em investigação e desenvolvimento (I&D), em execução com a Universidade de Aveiro, ascende a 8,5 milhões de euros, até julho de 2023.

UPorto em quase metade dos projetos da bazuca

No discurso proferido esta tarde na Reitoria da UPorto, antes de fugir às perguntas que os jornalistas lhe queriam colocar à margem da cerimónia, António Costa salientou ainda que a academia portuense integrou 28 dos 64 projetos da Agendas Mobilizadoras para a Inovação Empresarial, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

“Isto demonstra bem a qualidade e a excelência quer dos recursos humanos formados, quer a qualidade do conhecimento produzido na Universidade do Porto, fruto da investigação desenvolvida nas suas diversas unidades”, resumiu o primeiro-ministro.

A finalizar, Costa sublinhou que “é com projetos como este [com a Bosch] que [se consegue] responder com confiança” às perguntas que disse serem essenciais para a economia portuguesa: “Como aumentar significativamente o rendimento dos portugueses, como fixar as novas gerações em Portugal, como ter empresas mais competitivas e como pode o país crescer mais depressa”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Costa elogia parceria “promissora” da Bosch com a Universidade do Porto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião