Canadianos compram startup portuguesa Passworks

Grupo Fobi está interessado na Passworks de Francisco Belo e assinou um memorando de entendimento para a aquisição da totalidade das ações da startup.

A startup portuguesa Passworks vai ser comprada pela Fobi, uma empresa de análise de dados e personalização de experiências com base em inteligência artificial. As duas partes assinaram um “memorando de entendimento não vinculativo” abrangendo a venda de 100% da empresa ao grupo canadiano, anunciou a Fobi num comunicado

Fundada por Francisco Belo, a Passworks “permite às marcas interagir com os consumidores em tempo real” através da geolocalização e do recurso a aplicações como a Wallet dos iPhones e o Google Pay do sistema Android. A empresa tem entre os investidores a Faber e a Portugal Ventures, de acordo com a Crunchbase, permitindo-lhes a disponibilização de passes digitais, o envio de notificações, entre outras funcionalidades de marketing.

No comunicado, a Fobi, que tem sede em Vancouver, destaca o portefólio de clientes da Passworks, entre os quais a Hugo Boss e a Wunderman Thompson. “A aquisição será um acordo de compra de ações e é expectável que esteja finalizada no final de dezembro ou início de janeiro de 2022″, indica a empresa compradora.

Para o fundador, Francisco Belo, a venda da empresa é “o passo certo” para “continuar a crescer e fazer parte” de um grupo maior neste segmento de negócio: “A combinação das duas tecnologias vai criar sinergias, acelerar crescimento e permitir que ofereçamos aos clientes da Passworks e da Fobi uma oferta complementar ainda mais forte.”

Também citado em comunicado, o CEO da Fobi, Rob Anson, salienta, por sua vez, que esta aquisição vai permitir “acelerar” a “estratégia de negócio” e aumentar a consolidação da Fobi na indústria deste tipo de soluções. Todavia, a concretização do negócio ainda depende da “due dilligence satisfatória” de ambas as partes, entre outros fatores regulatórios. O montante a pagar pela Fobi não foi revelado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Canadianos compram startup portuguesa Passworks

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião