PeekMed quer recrutar até 15 talentos em 2022 e abrir escritório na Alemanha

Depois de uma ronda de três milhões em maio, startup reforçou equipa com 21 pessoas. Quer recrutar mais talento em 2022 para sustentar planos de expansão.

A PeekMed está a estudar a abertura de um escritório na Alemanha, e vai mudar para um novo espaço em Braga com capacidade para acolher a equipa. Só este ano a startup aumentou mais de duas dezenas o número de colaboradores e quer reforçar a equipa em 2022 com cerca de 10 a 15 talentos.

“Sempre tivemos implementado um regime híbrido. Atualmente acaba por ser muito promovido pela pandemia da Covid-19, mas sabemos que quando a mesma terminar, teremos elementos da equipa que continuarão a preferir trabalhar remotamente. De qualquer forma, em janeiro de 2022, vamos inaugurar um novo escritório, já pensado à medida deste crescimento. Quando quiserem vir ao escritório, em Braga, terão o seu lugar”, adianta João Pedro Ribeiro, cofundador e CEO da PeekMed, à Pessoas.

A PeekMed esteve na Startup Braga, no Edifício GNRation, e encontra-se no centro de Negócios Ideia Atlântico desde 2018, também em Braga, onde está “neste momento a quadruplicar o espaço físico”.

Criada em 2015 por Sara Silva, Jaime Campos e João Pedro Ribeiro, profissionais ligados à Engenharia Biomédica, a PeekMed desenvolveu um sistema 100% baseado em software que auxilia médicos ortopedistas a preparar as suas cirurgias através da junção de imagens em 3D, inteligência artificial e Visão por computador (quando o computador interpreta imagens e ajuda no diagnóstico), usado por mais de 3.200 cirurgiões e 200 instituições de saúde.

Depois de em finais de maio ter fechado uma ronda de financiamento de 3 milhões de euros, a startup reforçou a equipa tendo contratado 21 talentos. “Foi um processo duro mas que conseguimos gerir. Estamos a falar de um crescimento de cerca de 300% e tivemos que nos adaptar. Por exemplo, não tínhamos uma pessoa especificamente dedicada aos recursos humanos e/ou recrutamento. Foi uma das primeiras áreas em que tivemos de apostar. Seguiram-se as vendas, o marketing e as áreas de suporte. Mais uns ajustes e estamos prontos para uma nova fase. Além disso, conseguimos acompanhar a onda da evolução tecnológica e sabemos que estamos a fazer a diferença na transformação de um setor muito específico, como é o da saúde e ortopedia”, adianta o responsável.

“A pandemia da Covid-19 criou vários desafios aos hospitais e fabricantes de implantes, nomeadamente nas cadeias de distribuição. Mas não foi por isso que os pacientes deixaram de ter necessidades de procedimentos clínicos na área da ortopedia – como por exemplo, trauma. Há problemas e procedimentos que, simplesmente, não podem esperar, e a PeekMed tem soluções para esses problemas”, refere ainda. “Focando sempre numa lógica de sustentabilidade e otimização de custos e recursos, conseguimos ajudar os hospitais e as empresas a minimizar o desperdício de material ortopédico e a reduzir drasticamente os custos associados à esterilização“, precisa.

Para 2022 os planos são de crescimento. “Estamos a prever contratar mais 10-15 pessoas nos próximos meses e as vagas que temos abertas são de perfis mais ligados ao background tecnológico. No entanto, estamos sempre interessados em perfis interessantes, pois sabemos que, dada a fase em que nos encontramos, tudo muda muito depressa e que de um momento para o outro podemos sentir a necessidade de afinar a estratégia e reforçar outras áreas”, diz João Pedro Ribeiro.

Um crescimento que passa igualmente por uma expansão para outros mercados. “No que toca a mercados geográficos, as nossas grandes apostas para o próximo ano são os Estados Unidos da América – onde já temos luz verde para operacionalizar – e a DACH (Alemanha, Áustria e Suíça). Temos crescido nessas regiões, com clientes ativos, e o objetivo passa por abrir lá uma localização física“, em concreto na Alemanha, adianta o cofundador da startup.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PeekMed quer recrutar até 15 talentos em 2022 e abrir escritório na Alemanha

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião