Entrevista a Diogo Xavier da Cunha. Edição de janeiro da Advocatus

Na Advocatus de janeiro pode ler a entrevista managing partner da Miranda, um especial sobre as perspetivas dos líderes das firmas para 2022 e um balanço dos principais negócios realizados em 2021.

Diogo Xavier da Cunha, managing partner da Miranda, defende que os níveis de fiscalidade e a abordagem protecionista ao mercado de trabalho português são “entraves a um tecido empresarial com mais capacidade de enfrentar crises” e assume que não gosta que a nossa “proclamada capacidade competitiva se baseie na lógica dos salários baixos”.

Realça o trabalho da Miranda no projeto hidroelétrico de Baynes, em que deram apoio à Comissão Conjunta de Angola e Namíbia encarregue do respetivo planeamento. Destaca ainda vários projetos de energias renováveis em Angola e Moçambique, uma central de ciclo combinado em Moçambique e uma refinaria em Angola.

Diogo Xavier da Cunha, managing partner da Miranda & Associados, em entrevista ao ECO/Advocatus - 24NOV21
Diogo Xavier da Cunha, managing partner da Miranda & Associados, em entrevista ao ECO/Advocatus – 24NOV21Hugo Amaral/ECO

O ano de 2021 foi novamente um ano desafiante para todos os setores, incluindo o da advocacia. Ainda que a pandemia continue a não “dar tréguas”, os líderes das sociedades de advogados admitem que 2021 foi um bom ano de negócios em diversos setores. À Advocatus, os líderes de dez firmas de advogados fizeram um balanço do ano de 2021, em termos de negócios e do mercado da advocacia, e deixaram ainda algumas notas sobre o que esperam acontecer em 2022.

O ano de 2021 ficou também marcado por vários importantes negócios no mercado nacional e internacional. Movimentado milhões de euros, várias foram as operações que contaram com a assessoria jurídica das principais sociedades de advogados. Relembre nesta edição os negócios que marcaram o ano de 2021 e quais foram os advogados das principais operações.

Nuno Pereira da Cruz é o advogado do mês desta edição. O sócio fundador da CRS Advogados fez um balanço “muito positivo” dos primeiros anos da firma e confessou que o foco do escritório são as PME’s. Segundo o advogado, Portugal tem excelentes advogados e defende que a “guerrilha permanente” entre os partidos políticos só leva a um país que é incapaz de avançar. Acredita que a pandemia está a gerar novos mercados e uma nova economia, ainda que setores como o turismo, eventos, restauração e lazer continuem a lutar com grandes dificuldades.

David Carvalho Martins, managing partner da DCM | Littler, contou todos os pormenores sobre a integração na Littler. O advogado garante que esta fusão é o maior desafio profissional da equipa e ainda a confirmação da visão estratégica da firma: o “direito do trabalho como pólo agregador e de especialização de uma equipa e de um escritório de advogados, com vocação internacional”. Descubra todos os pormenores na rubrica sociedade do mês.

A Cuatrecasas, em parceria com a sociedade sul-coreana BKL (Bae, Kim & Lee LLC), assessorou juridicamente a CS Wind Corporation na aquisição de uma participação de 60% na empresa portuguesa ASM Industries avaliada em 46,5 milhões de euros. Descubra todos os pormenores da operação na rubrica negócio do mês da 132.ª edição.

Assine a revista Advocatus aqui.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Entrevista a Diogo Xavier da Cunha. Edição de janeiro da Advocatus

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião