Fidelidade compra Ímpar e entra no “top 3” dos seguros em Moçambique

  • ECO Seguros
  • 31 Dezembro 2021

A seguradora pagou 46,8 milhões de euros ao grupo Millennium bcp pelo controlo da 4.ª maior seguradora do país. Juntando esta às suas próprias operações fica com 13,6 % de quota de mercado.

A Fidelidade comprou 70% do capital da SIM-Seguradora Internacional Moçambique, uma das companhias de referência no país através da marca Ímpar. Após a conclusão desta transação, no valor de 46,8 milhões de euros, a participação do Millennium BIM é reduzida para 22% e outros acionistas minoritários contam 8% do capital. Além da presente aquisição, a Fidelidade tem uma opção que lhe permite adquirir, posteriormente, uma participação adicional de 12%.

“Com esta operação o Grupo Fidelidade passará a atuar no mercado Moçambicano com as marcas Fidelidade e Ímpar o que nos permitirá desenvolver diferentes canais e parcerias na distribuição de seguros, e, dessa forma, ir ao encontro das necessidades de um maior número de clientes Moçambicanos”, afirma Rogério Campos Henriques, CEO da Fidelidade, “acreditamos que esta operação, que junta a raiz e tradição Moçambicana da Ímpar, com a capacidade e experiência do Grupo Fidelidade, será uma receita de sucesso para aproveitar o potencial de crescimento que Moçambique tem na área dos seguros”, conclui. Criada em 1992 a SIM atua nos Ramos Vida e Não-Vida através das marcas Ímpar, utilizada para os canais tradicionais, e Millennium Seguros com que opera no canal bancário.

Esta aquisição do controlo da SIM, a quarta maior seguradora de Moçambique, com 9,4% de quota de mercado em 2020, faz a Fidelidade entrar no “top 3” do país, juntando às suas operações próprias Fidelidade (Não Vida e Vida) que detêm, em conjunto, 4,2% do mercado.

O mercado moçambicano atingiu em 2020 um valor global de prémios de seguro de cerca de 261 milhões de euros, crescendo 22% em relação ao ano anterior, com os ramos Não Vida a pesar 87% nas vendas. O ranking é liderado pela estatal Emose (Empresa Moçambicana de Seguros), com 20,5% do mercado, seguida da sul-africana Hollard (13,9%) e da britânica ICE (11,1% de quota), que completaram o pódio em 2020.

Jorge Magalhães Correia, presidente do Conselho de Administração do Grupo Fidelidade, sublinhou “que o enorme profissionalismo demonstrado pelas várias entidades Moçambicanas envolvidas foi fundamental para a concretização desta parceria”, referindo ainda que “a administração do Grupo Fidelidade, ao seu mais alto nível, terá oportunidade, no futuro próximo, logo que as circunstâncias sanitárias o permitam, de assinalar devidamente, perante as autoridades do País, a importância deste passo para o nosso compromisso de longo prazo para com o povo e a economia de Moçambique”.

O Conselho de Administração da SIM continuará a ser presidido por Manuel Alfredo Gamito e a vice-presidência assegurada por Rui Oliveira e por Carlos Leitão, a quem caberá também a presidência executiva.

Além de Moçambique, a presença internacional da Fidelidade inclui Angola, Cabo Verde, Espanha, França, Macau, Perú, Bolívia, Paraguai e Chile.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fidelidade compra Ímpar e entra no “top 3” dos seguros em Moçambique

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião