Romenos compram startup portuguesa de criptomoedas Utrust

  • Joana Abrantes Gomes
  • 11 Janeiro 2022

A Elrond Network adquiriu a startup portuguesa Utrust, de pagamento em criptomoedas, com o objetivo de transformar os serviços de processamento de pagamentos em fontes de rendimento para comerciantes.

A Elrond Network, uma blockchain de pagamentos, adquiriu a startup portuguesa Utrust, conhecida pelo seu sistema de pagamentos em criptomoedas, anunciou esta terça-feira a empresa romena. O montante da operação não foi revelado.

Com esta aquisição, a Elrond visa, por um lado, “tornar os pagamentos mais rápidos, mais baratos e mais seguros com recurso à tecnologia blockchain“, e, por outro, “transformar os serviços de processamento de pagamentos em fontes de rendimento para os comerciantes“, lê-se no comunicado.

Para transformar os serviços de processamento de pagamentos em fontes de rendimento, serão aplicadas mecânicas de DeFi (finanças descentralizadas) com vista a mudar o paradigma de pagamento através de produtos Merchant Yield. Estes serão desenvolvidos com a Utrust, parceira de marcas como o SL Benfica.

“As implicações são enormes e as vantagens claras”, garante o CEO da Elrond Network, Beniamin Mincu, citado no comunicado, explicando ainda que esta solução “irá fornecer rendimentos aos comerciantes em vez de lhes exigir o pagamento de uma percentagem por cada valor transacionado”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Romenos compram startup portuguesa de criptomoedas Utrust

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião