Primeiro fim de semana de saldos ultrapassa faturação pré-pandemia

A faturação total no primeiro fim-de-semana de saldos deste ano aumentou 17%. Porto e Lisboa foram os distritos que registaram uma melhor performance nesta época de saldos.

A faturação total no primeiro fim de semana de saldos, que decorreu entre 15 e 16 de janeiro, aumentou 17% em comparação com o período homólogo de 2020, ainda sem pandemia, de acordo com dados da Reduniq.

Em comparação com o fim de semana anterior (8 e 9 de janeiro), verificou-se um crescimento de 8% na faturação total. O setor do pronto-a-vestir foi o que mais cresceu (121%) em comparação com o fim de semana anterior ao início dos saldos, seguido da moda (78%) e sapataria (62%). A fechar o pódio das preferências estão as perfumarias (44%) e os artigos de desporto (32%). Os eletrodomésticos e tecnologias cresceram 20%.

Em relação ao período homólogo, o setor dos eletrodomésticos e tecnologia registou um aumento de 26% na faturação total, a moda registou um crescimento total de 12%, em que 24% da faturação correspondeu ao desporto, 3% a compras em prontos a vestir, e 25% em sapatarias, enquanto as perfumarias tiveram um crescimento de 7%. Por outro lado, a faturação das papelarias, livrarias e tabaco apresentaram quebras face ao período homólogo, com um decréscimo de 4%.

Os distritos que registaram um melhor desempenho nesta época de saldos foram o Porto, com um aumento de 19% na faturação total, seguido de Lisboa, com uma variação de 12% face ao fim de semana anterior de 8 e 9 de janeiro.

“Apesar do atraso do início dos saldos em loja, os valores registados no fim de semana de arranque são animadores para o comércio e um sinal positivo de recuperação. O crescimento da faturação poderá, no entanto, ser parcialmente justificado pela passagem de numerário para cartões, assim como o aumento da adesão dos retalhistas aos terminais de pagamento físicos”, explica Tiago Oom, diretor da Reduniq.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Primeiro fim de semana de saldos ultrapassa faturação pré-pandemia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião