Programa de bolsas da Huawei recebe mais de 1.700 candidaturas em menos de um mês

A iniciativa da tecnológica vai implicar um investimento anual de 250.000 euros e abranger um total de 50 estudantes, metade dos quais serão alunas.

Em menos de um mês, o programa de bolsas de estudo universitárias da Huawei recebeu mais de 1.700 inscrições proveniente de todo o país. A iniciativa da tecnológica vai abranger 50 estudantes do ensino superior das áreas de engenharia e tecnologia, metade das quais serão alunas. O objetivo é colmatar o défice existente em Portugal face ao resto da União Europeia, bem como o gender gap. Em causa está um investimento anual de 250.000 euros.

“A adesão dos estudantes universitários portugueses ao programa de bolsa da Huawei tem sido bastante positiva. Esta resposta massiva mostra a pertinência da iniciativa, que pretende ajudar os estudantes a suportar os custos associados aos seus estudos, sejam propinas, alojamento ou material escolar”, afirma Diogo Madeira da Silva, diretor da Huawei em Portugal responsável pelas áreas de relações públicas, comunicação e responsabilidade social, citado em comunicado.

“Queremos ter um impacto positivo no desenvolvimento do talento nacional em áreas fundamentais para o futuro do país”, continua.

Diogo Madeira da Silva, diretor de relações públicas, comunicação e responsabilidade social da Huawei Portugal.D.R.

Podem candidatar-se a este programa os alunos de licenciatura, mestrado, mestrado integrado e doutoramento até aos 30 anos (inclusive) ou até aos 35 anos (para alunos de doutoramento), que frequentem formação numa instituição de ensino superior em Portugal. As áreas dos cursos devem estar relacionadas com telecomunicações, redes, informática, eletrónica e computadores, sistemas de informação, sistemas de comunicações ou segurança informática.

A Huawei já anunciou também a intenção de atribuir metade das bolsas a estudantes no feminino, com o objetivo de mostrar o seu compromisso com a redução do gender gap na indústria. Neste contexto, o programa — que foi lançado no final de dezembro de 2021 — conta com o apoio da Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade e Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, a que se junta o apoio do Portugal Digital.

“Estamos muito orgulhosos por poder mobilizar recursos para fazer a diferença e liderar pelo exemplo também na promoção de uma indústria mais justa e inclusiva”, acrescenta o responsável da empresa.

Os estudantes interessados podem consultar mais informações e candidatar-se até 30 de janeiro, através do site oficial do Programa de Bolsas da Huawei.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Programa de bolsas da Huawei recebe mais de 1.700 candidaturas em menos de um mês

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião