Paddy usa salário de Costa para criticar primeiro-ministro irlandês

  • ECO
  • 21 Janeiro 2022

Fundador da Web Summit disse no Twitter que primeiro-ministro irlandês recebe mais do que os primeiros-ministros da Índia, China, Polónia e Portugal juntos.

Paddy Cosgrave, fundador da Web Summit, fez uma comparação dos salários dos primeiros-ministros de vários países, incluindo de Portugal, para criticar o salário do primeiro-ministro irlandês, Micheál Martin. A mensagem foi publicada esta sexta-feira no Twitter.

“Salários dos primeiros-ministros à volta do mundo: 50.961 euros – Polónia; 58.217 euros – Índia; 63.820 euros – Portugal; 72.688 euros – Grécia; 86.379 euros Espanha… 211.742 euros – Irlanda“, escreveu Paddy Cosgrave na rede social.

Numa mensagem adicional, o fundador da Web Summit escreveu: “Facto engraçado: o Taoiseach (primeiro-ministro) ganha mais do que os líderes da Índia, China, Polónia e Portugal… juntos. O próximo Governo irlandês precisa de rever os salários e benefícios dos políticos e conselheiros. Ah, e o salário de Paul Reid [diretor-geral do Serviço Executivo de Saúde, um organismo público] é de 420 mil euros!”, acrescentou.

O primeiro-ministro português recebe 75% do que aufere o Presidente da República, isto é, 5.436,6 euros. Multiplicado por 14 meses (ou seja, incluindo subsídio de férias e Natal) o salário bruto anual de Costa rondará os 76.112,4 euros. Paddy Cosgrave terá recorrido a dados mais antigos — a plataforma Pay Check atribui a Costa um salário de 72.352 dólares, o que, convertido para euros, resulta nos 63.820 euros mencionados pelo empreendedor, aproximadamente.

As críticas de Paddy Cosgrave a responsáveis políticos irlandeses são recorrentes no Twitter. Na Web Summit do ano passado, Cosgrave usou o palco da conferência para, em jeito de apoio à Whistleblower Aid, mencionar acusações envolvendo o anterior primeiro-ministro italiano, Leo Varadkar.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Paddy usa salário de Costa para criticar primeiro-ministro irlandês

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião