Venda de gasolina e de gasóleo aumentou quase 15% em 2021

Combustíveis simples continuaram rota de crescimento, revela a ENSE. Em 2021 a gasolina 95 simples representou 67,5% das vendas totais de gasolina e no gasóleo 62,2%.

Em 2021, a venda de combustíveis em Portugal aumentou 14,68% face ao ano anterior. De acordo com os dados da ENSE, entre dezembro de 2020 e dezembro de 2021 todos os combustíveis apresentaram um aumento, exceto a gasolina 98. Dentro desta subida das vendas de gasolina e gasóleo nas bombas portuguesas, a grande parte da responsabilidade coube precisamente ao diesel (72,2% da variação total).

O total de vendas do gasóleo rodoviário aumentou neste período 13,96% e as vendas de gasolina 16,98%.

Os dados da ENSE mostram ainda que em 2021, as vendas de combustíveis líquidos totalizaram 4.761 milhões de litros, o que contrasta com os 4.499 milhões de litros registados para o ano de 2020, um aumento de 5,82% entre os dois anos. Um reflexo de a população ter estado menos tempo em confinamento e de uma maior atividade económica, dada a evolução positiva do processo de vacinação.

“Em média, foram vendidos 397 milhões de litros mensalmente no ano de 2021, mais cerca de 22 milhões de litros que a média de 2020. Neste sentido, a recuperação anual no ano de 2021 ficou em 31,4% da queda registada com a pandemia em 2020”, refere a ENSE no seu mais recente boletim.

 

Outra tendência registada é que os combustíveis simples continuam a sua rota de crescimento. Em 2021 a gasolina 95 simples representou 67,5% das vendas totais de gasolina. No gasóleo rodoviário, o gasóleo simples aumentou de 58,7% em dezembro de 2020 para 62,2% no total do ano de 2021.

Tendo em conta os tipos de postos de abastecimento, 52,58% dos combustíveis foram vendidos pelas três principais marcas, 19,44% nos hipermercados e 27,97% noutros postos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Venda de gasolina e de gasóleo aumentou quase 15% em 2021

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião