Suíços investem até 180 milhões em 518 apartamentos no Barreiro

Promotora suíça Solid Sentinel, do The Capvest Group, vai construir o "Nooba", um mega projeto residencial, com preços "40 a 50% mais baixos" do que em Lisboa.

O Barreiro, no distrito de Setúbal, vai ganhar um mega projeto imobiliário com mais de 500 apartamentos. Chama-se “Nooba” e é da autoria da promotora suíça Solid Sentinel, que vai investir até 180 milhões de euros naquela margem do rio Tejo. Os apartamentos serão de tipologia T1 a T5 e terão preços “40% a 50% mais baixos” do que Lisboa, garante o responsável. Primeiros dois edifícios ficam concluídos dentro de dois anos.

É a cinco minutos de distância do terminal fluvial do Barreiro que vai nascer o novo projeto residencial da Solid Sentinel, fundada pelo The Capvest Group. Esta promotora suíça descobriu o Barreiro e foi lá que decidiu apostar. Alain Gross, CEO da Solid, diz que veio “para ficar”. Em 2020, estes promotores adquiriram 26 lotes de terreno naquela zona, num total de 98.360 metros quadrados, e é lá que vai nascer o “Nooba”.

Um dos nove edifícios de apartamentos que compõem o “Nooba”, no BarreiroSolid

Serão, ao todo, 518 apartamentos, espalhados por nove edifícios. As obras dos primeiros dois edifícios — 127 apartamentos — arrancam já no início de maio e deverão estar prontas dentro de dois anos, avançou o investidor Alain Gross, CEO da Solid Sentinel, numa apresentação do projeto que decorreu esta terça-feira. O projeto deverá ficar totalmente concluído dentro de seis a oito anos.

Os apartamentos serão de tipologia T1 a T5, com áreas entre os 60 e os 247 metros quadrados. Os preços começam nos 189 mil euros para um T1, os T2 variam entre os 300 mil e os 390 euros, os T4 entre os 400 mil e os 480 mil euros e os T5 entre os 480 mil e os 500 mil euros. A “joia da coroa” será um T5 com um terraço de 280 metros quadrados e piscina privativa, com um preço de 1,29 milhões de euros.

Os preços são “40% a 50% mais baixos do que se encontra em Lisboa”, disse Alain Gross, afirmando acreditar que os clientes serão, sobretudo, jovens, mas também algumas famílias. Os barreirenses e lisboetas representarão cerca de 70% dos compradores, disse. O investimento total da promotora suíça neste projeto vai ficar entre os 110 e os 180 milhões de euros, adiantou o CEO da Solid.

Os futuros donos do “Nooba” terão ainda acesso a uma piscina, pista de atletismo, jardins e áreas de lazer. Cada morador terá direito a um lugar de estacionamento e o empreendimento vai ter ainda postos de carregamento para veículos elétricos.

O projeto foi idealizado pelo arquiteto Miguel Saraiva, que elencou “a enorme qualidade construtiva e os enormes requisitos de sustentabilidade”. “Estamos a criar uma comunidade. Queremos varias gerações a viver aqui”, disse o responsável pelo design do projeto.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Suíços investem até 180 milhões em 518 apartamentos no Barreiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião