Exclusivo Alexandre Fonseca passa a co-CEO global da Altice. Há uma mulher na liderança da Altice Portugal

O gestor assumiu a liderança da Altice Portugal em novembro de 2017 e agora passa para à liderança internacional, em modelo de co-gestão. Ana Figueiredo será a nova gestora executiva em Portugal.

Há mudanças na liderança do grupo Altice. Alexandre Fonseca vai ser, a partir do próximo dia 2 de abril, co-CEO do grupo Altice, “nomeadamente da Altice Europa“, enquanto Ana Figueiredo vai assumir a liderança executiva da Altice Portugal.

De acordo com uma mensagem enviada esta sexta-feira de manhã aos trabalhadores, a que o ECO teve acesso, o gestor explica que aceitou “o repto de Patrick Drahi e Armando Pereira” para as novas funções no grupo. Alexandre Fonseca revela que vai manter-se em Portugal e que será, em acumulação de funções, chairman da operação em Portugal.

Irei liderar as operações da Altice, nunca esquecendo o caminho percorrido, as minhas origens e a vontade de fazer sempre mais e melhor“, escreve o gestor, que revela também nesta mensagem que o seu chefe de gabinete, André Neves Figueiredo, o acompanhará nas novas funções.

Alexandre Fonseca assinala, nesta mensagem, que participou na decisão de convidar Ana Figueiredo para a liderança da Altice Portugal. “A Ana é hoje um dos mais prestigiados quadros profissionais da Altice e até ao momento exercia com reconhecido sucesso as funções de CEO da nossa operação Altice na República Dominicana“.

E Alexandre Fonseca reforça a tese de que os acionistas da Altice consideram a operação portuguesa estratégica e, por isso, não será vendida, isto depois da auscultação feita ao mercado nos últimos meses. “A operação do grupo Altice em Portugal é estrategicamente valiosa e emocionalmente relevante para todo o grupo e, portanto, é para continuar a apostar no seu desenvolvimento e crescimento“, escreve o gestor.

Fonseca trabalha no grupo Altice desde 2012. Foi chief technology officer (CTO) entre junho de 2015 e novembro de 2017 e assumiu a presidência da Altice Portugal nesse mês, levando-a líder de mercado. A Altice Portugal alcançou lucros operacionais (EBITDA) de 639,1 milhões de euros até setembro de 2021, aguardando-se a publicação das contas do ano, prevista para o próximo dia 24.

Agora, passa a co-CEO do grupo. E falta ainda conhecer a estrutura completa da nova equipa de gestão do grupo Altice.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Alexandre Fonseca passa a co-CEO global da Altice. Há uma mulher na liderança da Altice Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião