Sindicatos pedem reunião aos trabalhadores da TVI para avaliar “situação laboral interna”

  • Lusa
  • 22 Abril 2022

Três sindicatos pediram esta sexta-feira uma reunião à Comissão de Trabalhadores da TVI para avaliar a "situação laboral interna". Falam em "preocupação" com a reestruturação do grupo Media Capital.

Os sindicatos dos Jornalistas (SJ), dos Trabalhadores de Telecomunicações e Comunicação Audiovisual (STT) e dos Espetáculos, do Audiovisual e dos Músicos (CENA-STE) pediram uma reunião à Comissão de Trabalhadores (CT) da TVI para avaliar “situação laboral interna”.

A informação é avançada pelos três sindicatos, em comunicado divulgado esta sexta-feira, no qual referem que, na manhã de 12 de abril, o SJ, STT e o CENA-STE “reuniram-se com vista a fazer uma análise profunda à situação laboral que se vive nas empresas do grupo Media Capital, nomeadamente na TVI, Plural e EMAV [Empresa de Meios Audiovisuais]”.

O anúncio da reestruturação do grupo liderado por Mário Ferreira, que também é acionista do ECO, “levantou a preocupação dos referidos sindicatos, dada a falta de clareza do que vai ser levado a cabo e as parcas ou nenhumas informações fornecidas aos trabalhadores”, adiantam as três estruturas sindicais.

Estes três sindicatos, “preocupados com o cenário que se vive neste grupo empresarial, decidiram acompanhá-lo mais de perto e de uma forma conjunta”, tendo sido “decidido avançar com um pedido de reunião à Comissão de Trabalhadores da TVI em nome” destas estruturas sindicais “para avaliar a situação laboral interna”.

No comunicado, o SJ, o STT e o CENA-STE lembram “os associados que estão sempre disponíveis para ouvi-los e ajudá-los através dos canais dos Sindicatos e também dos seus dirigentes e delegados sindicais”.

Em 13 de março, o STT denunciou a intenção da Media Capital de transferir 76 trabalhadores, da área de Operação e Meios da TVI para a EMAV, ao abrigo de um “contrato de cedência ocasional”.

Fonte oficial da Media Capital confirmou, na altura à Lusa, que “o processo de transferência” já estava em curso até ao final de março, que era voluntário e dizia respeito a “uma movimentação interna de trabalhadores e meios”, envolvendo 76 pessoas. O objetivo da operação, segundo a Media Capital, é “tornar a gestão mais eficiente” dentro do grupo.

A Empresa de Meios Audiovisuais faz parte do grupo Plural e pertence “ao universo de empresas da Media Capital”, sendo responsável pela “manutenção do parque de equipamentos do grupo” e pela prestação de serviços, como aluguer de equipamento audiovisual, no “mercado externo”, lê-se na página oficial.

“A EMAV opera no mercado ibérico, trabalhando com a maioria das produtoras e estações emissoras em Portugal e Espanha”, e entre os principais clientes estão as estações de televisão TVI, SIC, RTP ou Sport TV e Eurosport, as produtoras Plural, Coral e Shine Iberia.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sindicatos pedem reunião aos trabalhadores da TVI para avaliar “situação laboral interna”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião