Lucros dos CTT caem 38% para os 5,4 milhões no 1º trimestre

  • ECO
  • 5 Maio 2022

Os lucros dos CTT encolheram 38% para 5,4 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano, anunciou a empresa, em comunicado enviado à CMVM.

Os lucros dos CTT encolheram 38,1% para 5,4 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano, face a igual período do ano passado, segundo a apresentação enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) esta quinta-feira.

Em comunicado, os CTT sinalizam que este desempenho “reflete um difícil comparável” face ao primeiro trimestre de 2021, dado que nesse período a atividade associada ao comércio eletrónico “foi positivamente marcada pelos efeitos das restrições da pandemia de Covid-19, e uma parte dos ganhos então obtidos foi temporariamente revertida pelo regresso ao retalho físico”.

Por outro lado, a empresa liderada por João Bento sinaliza que o primeiro trimestre deste ano “foi também penalizado por um ambiente económico mais desafiador ao nível da confiança do consumidor”, penalizado pela inflação provocada pela guerra na Ucrânia que impactou “o volume de comércio a nível global”.

Nos primeiros três meses deste ano, as receitas do grupo CTT cresceram 14,3% para os 234,7 milhões de euros, face ao período homólogo.

Olhando para os vários segmentos, as receitas do negócio de expresso e encomendas caíram 3,3% para 61,3 milhões. No que toca às receitas do negócio de expresso e encomendas, os CTT destacam que em Portugal houve um decréscimo de 11,8% para 31 milhões de euros, ao passo que em Espanha se registou “abrandamento do seu perfil de crescimento”, tendo estas aumentado 7,1% para 29,5 milhões de euros entre janeiro e março deste ano.

Já o correio teve um aumento das receitas, tendo subido 23,2% nos primeiros três meses do ano face ao mesmo período do ano anterior.

Quanto aos gastos operacionais, estes aumentaram 20,7% no primeiro trimestre deste ano para 212,7 milhões de euros.

Já o EBITDA, ou seja, o resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações, recuaram 24,1% para 22 milhões de euros.

(Notícia atualizada pela última vez ás 21h21)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lucros dos CTT caem 38% para os 5,4 milhões no 1º trimestre

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião