El Salvador compra mais 500 bitcoins por 15,3 milhões de dólares

  • Lusa
  • 10 Maio 2022

Presidente de El Salvador anunciou a compra de 500 bitcoins por 15,3 milhões de dólares, depois de o valor da criptomoeda ter afundado, em linha com o desempenho da generalidade dos ativos de risco.

O presidente de El Salvador, Nayib Bukele, anunciou na segunda-feira a compra pelo país de 500 bitcoins por mais de 15,3 milhões de dólares (14,5 milhões de euros), depois de, no domingo, o valor deste ativo digital ter desabado.

“El Salvador acabou de comprar em queda; 500 moedas a um preço médio de 30.744 em dólares” (29.148 euros), escreveu o presidente salvadorenho, em inglês, na rede social Twitter. Com esta compra, o país teria reservas de 2.301 bitcoins.

A compra de bitcoins, da qual nem o Governo nem outras entidades envolvidas revelam dados além dos tweets de Bukele, ocorre depois de a criptomoeda ter perdido quase 50% do seu valor, no fim de semana, devido ao aperto das políticas monetárias para combater a subida da inflação, e seis meses após atingir seus máximos históricos de 68.991 dólares (65.410 euros).

De acordo com dados de mercado consultados pela agência Efe, a bitcoin caiu 49,92% no domingo às 11h30 em Lisboa, a partir do seu máximo registado em 10 de novembro de 2021, para 34.550 dólares (32,756 euros).

Há oito meses entrou em vigor em El Salvador uma “Lei Bitcoin”, o que dá circulação legal no país à criptomoeda, em conjunto com o dólar dos Estados Unidos. Esses meses foram marcados pela falta de prestação de contas pelo uso de mais de 200 milhões de dólares, 150 milhões (mais de 142 milhões de euros) dos quais foram para um fundo fiduciário com aprovação da Assembleia Legislativa.

O referido fundo é gerido por um banco estatal, que impõe segredo às informações relacionadas com a gestão deste dinheiro.

Os principais projetos ligados à bitcoin que o Governo lançou são a mineração para tentar gerar riqueza com a energia dos vulcões, uma “cidade bitcoin” – cuja data para o início da construção é desconhecida – e a emissão de 1.000 milhões dólares em títulos.

Esta última medida também é uma alternativa para satisfazer as crescentes necessidades de financiamento do Executivo salvadorenho.

O ministro das Finanças, Alejandro Zelaya, disse no início de fevereiro que a emissão desses títulos “pode ​​ser bastante interessante como mecanismo de gestão da dívida de El Salvador” e abre “uma nova janela de financiamento”.

Esperava-se, de acordo com o anúncio do Governo, que a emissão ocorresse em março passado, mas terá sido suspensa para dar prioridade a uma reforma das pensões.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

El Salvador compra mais 500 bitcoins por 15,3 milhões de dólares

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião