Lisboa pintada de vermelho. Grupo EDP perde mais de 3%

A bolsa de Lisboa terminou a sessão com perdas superiores a 2%, liderando as quedas na Europa. A pressionar o índice de referência nacional estiveram, sobretudo, as cotadas do grupo EDP.

A bolsa de Lisboa terminou a sessão com perdas superiores a 2%, liderando as quedas da generalidade das praças europeias. A prejudicar o índice de referência nacional estiveram, sobretudo, as cotadas do grupo EDP, que recuaram mais de 3%, bem como os títulos do BCP.

Pela Europa, Europa, o Stoxx 600 desvalorizou 0,6% a par com o alemão DAX, enquanto o o francês CAC-40 recuou 1%, o britânico FTSE 100 cedeu 1,5% e o espanhol Ibex-35 caiu 1,1%, depois de na quarta-feira a presidente do Banco Central Europeu (BCE) ter admitido que a subida das taxas de juro na Zona Euro pode ter início “semanas” depois do fim do programa de compra de ativos, sinalizando, assim, que o primeiro aumento em mais de uma década pode acontecer já na reunião de política monetária de 21 de julho.

Lisboa liderou as quedas na Europa. O PSI caiu 2,33% para 5,655.290 pontos, com 14 das 15 cotadas a fechar em terreno negativo. A pressionar, sobretudo, o incide de referência nacional estiveram as cotadas do grupo EDP, bem como o BCP.

No grupo EDP, a subsidiária EDP Renováveis recuou 3,97% para 20,10 euros, enquanto que a “casa mãe” caiu 3,33% para 20,10 euros. Ainda pelo setor energético, a REN caiu 1,20% para 2,875 euros, ao passo que a GreenVolt desvalorizou 2,14% pata 6,40 euros.

E da energia para o setor petrolífero, os títulos da Galp Energia cederam 1,97% para 10.455 euros, contrariando a subida das cotações de petróleo nos mercados internacionais. O barril de Brent, de referência europeia, avança 0,38% para 107,93 dólares, enquanto o WTI, a negociar em Nova Iorque, valoriza 0,77% para 106,61 dólares.

Nota negativa ainda para as cotadas ligadas ao setor da pasta e do papel. A Altri caiu 2,53% para 6,56 euros, enquanto a Navigator cedeu 1,69% para 3,85 euros. Já as ações da Semapa recuaram 0,61%.

A escapar às perdas esteve apenas a Nos, cujos títulos avançaram 0,63% para 3,818 euros por ação.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa pintada de vermelho. Grupo EDP perde mais de 3%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião