Grupo árabe compra 10% da Vodafone por 4 mil milhões

  • ECO
  • 14 Maio 2022

O grupo Etisalat dos Emirados Árabes Unidos anunciou que adquiriu uma participação de 9,8% na operadora de telecomunicações Vodafone por cerca de quatro mil milhões de euros.

O grupo Etisalat dos Emirados Árabes Unidos anunciou que adquiriu uma participação de 9,8% na operadora de telecomunicações Vodafone por cerca de quatro mil milhões de euros (4,4 mil milhões de dólares).

O negócio surge depois de o grupo árabe ter anunciado que estava a analisar oportunidades para se expandir para novos mercados em África, Europa e Ásia e em áreas foram das telecoms, como a tecnologia financeira, com vista a acelerar o crescimento das receitas.

A Vodafone, como todos os operadores móveis, tem enfrentado desafios nos mercados mais maduros, onde a competição e regulação têm pressionado os preços em baixa.

A dívida líquida da Telecom britânica – que está presente também em Portugal, onde é um dos maiores operadores do mercado – atingiu os 44,3 mil milhões de euros, e a administração liderada por Nick Read está sob pressão para simplificar a carteira de negócios e melhorar a rentabilidade, depois de uma desvalorização de mais de 20% no preço das ações desde que assumiu o cargo de CEO em 2018.

A Etisalat explicou que realizou este investimento para ganhar “exposição significativa num líder mundial nos serviços de conetividade e digitais”. Também esclareceu que não tem intenções de fazer uma oferta para comprar a totalidade da Vodafone, referindo que está totalmente alinhada com a atual estratégia da Telecom.

“Vemos este investimento como uma boa oportunidade para a e& [Etisalat] e os seus acionistas, enquanto nos irá permitir potenciar e desenvolver o nosso portefólio internacional, em linha com a nossa ambição estratégica”, disse o CEO do grupo árabe Hatem Dowidar

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Grupo árabe compra 10% da Vodafone por 4 mil milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião