Inflação de 4,4% em Portugal em 2022 é a mais baixa da UE, prevê Comissão Europeia

A taxa de inflação deverá acelerar para 4,4% no conjunto de 2022. Um valor historicamente elevado para Portugal, mas ainda assim o mais baixo entre os 27 Estados-membros da União Europeia.

As novas previsões de primavera da Comissão Europeia divulgada esta segunda-feira colocam Portugal como o país com uma taxa de inflação mais baixa (4,4%) em 2022 entre os 27 Estados-membros da União Europeia. A média da Zona Euro situa-se nos 6,1% com o valor mais elevado a ser registado pela Lituânia (12,5%).

O Conselho das Finanças Públicas disse que a previsão do Governo para a taxa de inflação já deveria estar desatualizada e a Comissão Europeia vem agora confirmar: em vez dos 4% estimados pelo Executivo no OE2022, o IHPC (Índice Harmonizado dos Preços no Consumidor) deverá fixar-se nos 4,4% em 2022, desacelerando depois em 2023 para 1,9%, abaixo do objetivo de 2% do Banco Central Europeu.

Apesar de ser elevada em termos históricos para Portugal, os 4,4% de 2022 correspondem à taxa mais baixa entre os 27 Estados-membros. A mais elevada é a da Lituânia, segundo as novas previsões da Comissão Europeia, com 12,5%.

Estes valores comparam com a média da Zona Euro — a que interessa para a política monetária do BCE — de 6,1% em 2022 e 2,7% em 2023. Na média da União Europeia a taxa de inflação deve fixar-se nos 6,8% este ano e 3,2% no próximo ano.

Em relação à evolução dos preços nos próximos meses, a expectativa da Comissão Europeia coincide com a do Governo: a inflação deverá ter um “pico” no segundo trimestre de 2021, desacelerando “gradualmente” a partir daí até ao final do ano.

Na conferência de imprensa de apresentação das previsões, Paolo Gentiloni, o comissário europeu para a economia, reafirmou a ideia de que a inflação vai desacelerar ao longo do ano, ainda que se tenha tornado maior, mais ampla e mais persistente em comparação com as previsões de fevereiro. Aos Estados-membros recomendou que utilizem medidas temporárias e focadas nos mais prejudicados, evitando a indexação de salários à inflação.

A inflação subjacente (“core”) de Portugal deverá situar-se nos 3,7% em 2022 e 2,2% em 2023.

No próximo ano, a taxa de inflação mais baixa será registada por Espanha (1,8%) e a maior será a da Polónia (7,2%).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Inflação de 4,4% em Portugal em 2022 é a mais baixa da UE, prevê Comissão Europeia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião