Elon Musk anuncia no Brasil projeto para conectar 19 mil escolas na Amazónia

  • Lusa
  • 20 Maio 2022

O bilionário aterrou o Brasil para lançar o Starlink em 19.000 escolas offline em áreas rurais na Amazónia.

O bilionário Elon Musk anunciou esta sexta-feira um projeto para conectar 19 mil escolas e fazer a monitorização da Amazónia brasileira, pouco depois de chegar ao Brasil para um encontro com empresários e o Presidente do país, Jair Bolsonaro. “Super animado por estar no Brasil para lançar o Starlink para 19.000 escolas offline em áreas rurais e monitoramento ambiental da Amazónia!”, anunciou Musk, numa mensagem publicada na rede social Twitter.

O empresário chegou na manhã de hoje a num hotel na cidade brasileira de Porto Feliz, localizada a cerca de 200 quilómetros da cidade de São Paulo, onde falou para uma plateia composta por empresários de diversos setores, como telecomunicações, financeiro e energia.

Segundo os media locais, o Presidente brasileiro declarou, no mesmo evento, contar com Musk para que a Amazónia seja conhecida e para se saber a verdade face ao que classificou como mentiras que são divulgadas sobre a preservação da maior floresta tropical do mundo. “Nós pretendemos, precisamos e contamos com Elon Musk para que a Amazónia seja conhecida por todos no Brasil e no mundo, a exuberância dessa região e como ela é preservada”, declarou Bolsonaro.

Nas redes sociais, o Presidente brasileiro frisou que conversou com Musk sobre “conectividade, investimentos, inovação e o uso da tecnologia como reforço na proteção de nossa Amazónia e na realização do potencial económico do Brasil”.

O Governo brasileiro já havia anunciado que estava analisando um acordo com Musk para levar a Internet a áreas remotas da Amazónia graças ao sistema de satélites Starlink, uma constelação de milhares de satélites de baixa órbita que permite oferecer Internet de banda larga.

Esse mesmo sistema, segundo o Governo brasileiro, permitiria o uso de tecnologia para monitorizar a extração ilegal de madeira na Amazónia e os incêndios, que explodiram sob o mandato de Bolsonaro, após menor controle na região devido aos sucessivos cortes orçamentais.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) autorizou este ano a operação no país sul-americano da Starlink, que permite o acesso à rede por meio de pequenas antenas fáceis de instalar em qualquer lugar onde não cheguem provedores regulares de Internet.

A viagem de Elon Musk ao Brasil acontece quase um mês após o empresário anunciar a compra da rede social Twitter, operação que ainda não está fechada e que recebeu elogios de Bolsonaro e seus aliados radicais de direita que alegam serem vítimas de censura.

Os ‘media’ brasileiros relatam que Jair Bolsonaro elogiou a intenção do magnata de comprar a rede social no evento em Porto Feliz. “O mais importante da presença dele é algo que é imaterial. Hoje em dia, poderíamos chamá-lo de mito da liberdade. O exemplo que nos deu, há poucos dias, quando anunciou a compra do Twitter, para nós aqui foi como um sopro de esperança”, concluiu o Presidente brasileiro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Elon Musk anuncia no Brasil projeto para conectar 19 mil escolas na Amazónia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião