Casa do Impacto escolhe três finalistas de aceleração ambiental

Programa de aceleração Triggers, promovido pela Santa Casa de Lisboa, terá final em 14 de julho e prémios totais de 34,5 mil euros para distribuir.

Estão escolhidos os três finalistas do primeiro programa focado em objetivos ambientais da Santa Casa de Lisboa. O programa Triggers, gerido pela incubadora de impacto social Casa do Impacto, vai escolher o projeto vencedor dia 14 de julho e irá distribuir um total de 34,5 mil euros em prémios.

“As três soluções […] têm a curiosidade de serem novas ideias que têm na sua base modelos de negócio assentes na economia circular e na partilha de recursos e ativos, aliado à sustentabilidade do planeta. O grande objetivo do Triggers é de dar ferramentas às startups que têm a motivação e o know-how [conhecimento] dentro do seu setor, para escalar ideias inovadoras que podem ser a solução para problemas ambientais que enfrentamos”, destaca a líder da Casa do Impacto, Inês Sequeira, citada em comunicado.

Os três projetos finalistas foram escolhidos entre 73 candidatos, serão incubados na Casa do Impacto durante os próximos dois meses para concluir os protótipos e vão receber 1.500 euros para participar em conferências na sua área de interesse:

  • AniMob – oferece um serviço de partilha de terreno e gado, para a área agroalimentar e florestal, com uma gestão única e comum das terras e dos animais, com o objetivo de reduzir os custos de produção, prevenir os incêndios florestais, reter carbono e aumentar a resistência dos solos;
  • Material Species – transforma os resíduos de demolição e construção em materiais de revestimento de qualidade, únicos e personalizados, é um projeto da Studio8, uma equipa de arquitetos que se deparou com grandes quantidades de resíduos resultantes das demolições de obras que são direcionadas para aterros sanitários, e que se propõem-se a mudar este paradigma;
  • La Virgule – tem como missão tornar o mundo do desporto e do ar livre uma realidade circular, transformando equipamentos técnicos, que seriam habitualmente incinerados, em mochilas funcionais, cool e resistentes.

Na final, o vencedor vai receber 15 mil euros; o segundo classificado terá direito a 10 mil euros; o terceiro classificado ficará com cinco mil euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Casa do Impacto escolhe três finalistas de aceleração ambiental

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião