Preço do gás natural na Europa recua para mínimo desde o início da guerra

Recuperação de stocks e menor incerteza aliviam preços do gás natural na Europa. Futuros de referência transacionam em mínimos desde 23 de fevereiro, a véspera da invasão da Rússia à Ucrânia.

Os futuros de referência do gás natural na Europa tocaram 83 euros por MWh (megawatt-hora) na sessão desta segunda-feira, um preço que não se observava desde 23 de fevereiro, a véspera do início da invasão da Rússia à Ucrânia.

Apesar de uma ligeira subida desde então, o contrato TTF para entrega em junho ainda cedia mais de 3% ao início da manhã, para 85 euros/MWh, o nível mais baixo registado em período de guerra na Europa, de acordo com dados da Barchart.

Gás natural TTF em mínimos desde início da guerra:

Fonte: Barchart

Apesar de a Rússia ter cortado o abastecimento de gás natural à Finlândia na semana passada, a recuperação dos stocks no continente tem ajudado a aliviar as preocupações, pressionando os preços, de acordo com a Bloomberg.

Além disso, as orientações da Comissão Europeia sobre a forma como as empresas podem continuar a importar gás russo também tem contribuído para reduzir a incerteza, depois de vários meses de tumulto neste mercado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Preço do gás natural na Europa recua para mínimo desde o início da guerra

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião