Walk Talks. É possível fazer mentoria de equipa?

João Perre Viana e Nuno Santos Fernandes, partners e mentores da Walking Mentorship, falam-nos da mentoria de equipa, e de como é importante assegurar os momentos de pares e de mentoria individual.

Se é possível fazer mentoria de equipa? “Sim”, responde João Perre Viana, partner e mentor da Walking Mentorship. No entanto, há que ter em conta certos aspetos, começando desde logo pela necessidade de possuir uma certa flexibilidade para escolher a melhor caminhada, de acordo com as características das pessoas de uma determinada equipa. “Cada equipa é completamente diferente”, justifica.

Além disso, a mentoria de equipa exige que se cumpram diferentes tempos: tempos individuais (de mentoria individual), tempos de emparelhamento (para caminhar em pares) e, ainda, tempos em que a equipa está toda reunida. “São estes três níveis de comunicação que, provavelmente, criam as condições para que, realmente, a mentoria de equipa possa acontecer”, explica João Perre Viana.

“A equipa funciona como um todo, mas também tem de haver momentos para cada um dos elementos da equipa”, reforça Nuno Santos Fernandes, partner e mentor da Walking Mentorship.

Uma conversa, enquanto se caminha, que se repete todas as semanas aqui na Pessoas. Bem-vindos à Walk Talks.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Walk Talks. É possível fazer mentoria de equipa?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião