Número de desempregados registados no IEFP cai 5,7% em maio

Desemprego registado no IEFP recuou tanto face a abril como face a maio do ano passado. No final de maio estavam registados 296 mil desempregados.

O número de desempregados registados nos Serviços de Emprego do Continente e Regiões Autónomas atingiu os 296.394 no final do mês de maio, uma redução de 5,7% face a abril. Já se a comparação for feita com o mesmo mês do ano anterior, a queda é de 26,3%, segundo revelam os dados divulgados pelo IEFP esta terça-feira.

“Para a diminuição do desemprego registado, face ao mês homólogo de 2021, na variação absoluta, contribuíram, com destaque, os grupos dos indivíduos que procuram novo emprego (-101 138), os que possuem idade igual ou superior a 25 anos (-90 371) e os que estão inscritos há menos de um ano (-71 309)”, explica o IEFP.

Em reação a estes números, o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social salienta que o “desemprego registado pelo IEFP em maio desceu em todas as comparações, registando o valor mais baixo em maio desde 2003″, em comunicado.

“O desemprego jovem (pessoas com menos de 25 anos) regista nova diminuição em cadeia de -8,6% em maio (-2.781 jovens) e uma diminuição de -34,2% (-15.418 jovens) face ao período homólogo. Verifica-se igualmente uma diminuição de -1,4% na comparação com maio de 2019″, destaca ainda o Ministério liderado por Ana Mendes Godinho.

Olhando para a distribuição regional, o desemprego registado no país caiu em todas as regiões, tanto em termos homólogos como em relação ao mês anterior. Face ao ano passado, o destaque vai “para as regiões do Algarve (-54,8%) e da região autónoma da Madeira (-40,3%)”, segundo o IEFP locais onde a atividade do turismo representa uma grande fatia da economia. Em relação ao mês anterior, a maior variação também acontece no Algarve (-19,4%).

O IEFP adianta ainda que “as ofertas de emprego por satisfazer, no final de maio de 2022, totalizavam 21 891, nos Serviços de Emprego de todo o País”, número que corresponde a um aumento anual (+878; +4,2%) e face ao mês anterior (+1 707; +8,5%) das ofertas em ficheiro.

Ao longo de maio, as ofertas de emprego recebidas ao longo totalizaram 15.277 em todo o país, sendo que as atividades económicas com maior expressão nas ofertas recebidas foram: as “Atividades imobiliárias, administrativas e dos serviços de apoio” (20,0%), o “Alojamento, restauração e similares (16,4%) e o “Comércio por grosso e a retalho” (11,4%).

(Notícia atualizada pela última vez às 13h25)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Número de desempregados registados no IEFP cai 5,7% em maio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião