Apoios Covid levam falências para nível mais baixo em dez anos

  • ECO
  • 29 Junho 2022

Em 2021 foram declaradas 1.991 insolvências, isto é, menos 5,4% face a 2020 e o valor mais baixo desde 2000, quando tinham sido registadas 1.744 falências, segundo o Ministério da Justiça.

No último trimestre de 2021, o número de empresas em processo de falência, insolvência ou recuperação ascendeu a 2.476, o que representa um recuo de 9% face a igual período do ano passado.

Em 2021 foram declaradas 1.991 insolvências, isto é, menos 5,4% face a 2020 e o valor mais baixo desde 2000, quando tinham sido registadas 1.744 falências, segundo a edição desta quarta-feira do Jornal de Notícias (acesso condicionado).

Os dados são do Ministério da Justiça e revelam que os apoios fornecidos pelo Estado no âmbito da pandemia, nomeadamente as moratórias bancárias, travaram as falências de empresas e famílias, bem como a quantidade dos casos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Apoios Covid levam falências para nível mais baixo em dez anos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião