Hoje nas notícias: Segurança Social, Rio e Lusíadas

  • ECO
  • 1 Julho 2022

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que vão marcar o dia.

Há 3.300 queixas por ano contra a Segurança Social. A poucos dias de abandonar a liderança do PSD, Rui Rio admite que “podia ter tido mais um bocadinho de jogo de cintura”. No plano empresarial, os franceses da Vivalto Santé ganharam a corrida para comprar grupo Lusíadas. Os distritos do Porto e de Braga são onde se verifica uma maior desigualdade nos preços da água.

Segurança Social alvo 3.300 queixas por ano

A Provedoria da Justiça recebe 3.300 queixas por ano relativamente à Segurança Social. Em causa estão atropelos aos direitos dos cidadãos, em casos que vão desde erros do sistema, falta de articulação entre os serviços da própria Segurança Social ou com outros organismos públicos, representando danos financeiros ou testando a paciência dos cidadãos. Desde 2019, a Segurança Social já foi alvo de dez mil queixas, mas haverá muitas mais reclamações que não chegaram à provedoria.

Leia a notícia completa no Expresso (acesso pago)

“Podia ter tido mais um bocadinho de jogo de cintura”, admite Rui Rio

A poucos dias de abandonar a liderança do PSD, Rui Rio assume ter gostado de ter sido líder dos social-democratas, com “uma vivência muito intensa”, mas admite que “podia ter tido mais um bocadinho de jogo de cintura”. “Tive um jogo de cintura contido de molde a nunca perder a minha maneira de ser e as minhas convicções”, afirma, em entrevista ao Público. Ainda assim, e apesar de admitir alguns erros, Rui Rio reitera que no plano das “grandes questões” não se arrepende de nada.

Leia a entrevista completa no Público (acesso condicionado)

Franceses da Vivalto Santé escolhidos para comprar grupo Lusíadas

A Vivalto Santé ganhou a corrida e está em negociações exclusivas para comprar o Grupo Lusíadas. Entre as propostas vinculativas apresentadas, o preço oferecido pelo grupo privado de saúde francês superou largamente as outras propostas. A operação está avaliada em cerca de 200 milhões de euros e está a ser assessorada pelo Bank of America em Madrid.

Leia a notícia completa no Jornal Económico (acesso pago)

Turcos e americanos tornam-se acionistas da antiga Triunfo e evitam falência

O grupo espanhol Cerealto, dono da antiga Triunfo, está à beira da falência, tendo registado prejuízos de 47 milhões de euros em 2021 e com dívidas a credores. Para evitar a insolvência, o fundo de investimento turco Afendis e o norte-americano Davidson Kempner tornaram-se esta semana acionistas maioritários do grupo espanhol. Novos donos vão injetar 130 milhões de euros na empresa, dos quais 80 para saldar as dívidas dos credores e os remanescentes 50 milhões para fornecer liquidez.

Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago)

Diferença no preço da água penaliza consumidores do Porto e de Bragança

Os distritos do Porto e de Braga são onde se verifica uma maior desigualdade nos preços da água. As conclusões constam no ranking elaborado pela Associação Portuguesa de Famílias Numerosas (APFN) e indicam que o município de Gondomar é o mais penalizador. Já São Vicente, na Madeira, é onde se verifica mais equidade.

Leia a notícia completa no Jornal de Notícias (link indisponível)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: Segurança Social, Rio e Lusíadas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião