Oeiras vai construir 1.500 casas até 2030 com rendas acessíveis

  • ECO
  • 4 Julho 2022

As primeiras 630 habitações vão ser construídas pelo Estado e estarão concluídas até 2025. O investimento global deste programa é de 120 milhões de euros.

O concelho de Oeiras está a apostar no Programa Renda Acessível e prevê ter 1.500 novas casas até 2030 integradas neste regime, avança o Diário de Notícias. Deste número, 630 fogos serão promovidos pelo Estado, através do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU), e prevê-se que estejam concluídos até 2025.

As primeiras casas serão construídas num terreno do Estado em Linda-a-Velha. Para os restantes fogos, que serão edificados até 2030, ainda está a ser feito um levantamento dos terrenos, sendo que a Câmara está aberta a negociar a venda de alguns dos terrenos deste segundo grupo a promotores imobiliários para que se encarreguem da construção.

As rendas das casas, que terão tipologias de T1 a T4, devem variar entre os 300 e os 750 euros e o regulamento deste programa será conhecido em setembro, segundo indica o autarca Isaltino Morais à publicação. O objetivo é que “a taxa de esforço das famílias não vá além dos 20%”. O investimento global deste programa é de 120 milhões de euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Oeiras vai construir 1.500 casas até 2030 com rendas acessíveis

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião