Hoje nas notícias: Novobanco, apoio à renda e TGV

  • ECO
  • 7 Julho 2022

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que vão marcar o dia.

João Leão considera que a saída de António Ramalho da liderança do Novobanco “ajuda nos desafios” que a empresa agora enfrenta. O Estado gastou 23 milhões de euros com o Porta 65 em 2021, mas mais de 8.500 jovens candidatos não conseguiram obter o apoio. Conheça estas e outras notícias em destaque esta quinta-feira.

Saída de António Ramalho “ajuda nos desafios que agora o Novobanco enfrenta”, diz João Leão

Em entrevista ao Público e à Rádio Renascença, o ex-ministro das Finanças João Leão declarou que António Ramalho “nem sempre tinha uma atitude fácil de dialogar e de comunicar”, pelo que a saída do ex-CEO até “ajuda nos desafios que agora o Novobanco enfrenta”. Para o agora vice-reitor do ISCTE, o NB devia “mostrar que está a fazer um esforço muito grande” na valorização e rentabilização dos seus ativos e, nesse sentido, espera que no Orçamento do Estado para 2023 não haja uma transferência de dinheiro para o banco. “Estou convencido de que não será necessário”, reiterou.

Leia a entrevista completa no Público (acesso condicionado).

Mais de 8.500 jovens sem acesso ao apoio à renda no ano passado

Em 2021, 8.599 jovens candidatos ficaram de fora do Porta 65, o apoio financeiro concedido pelo Estado a jovens para arrendamento de casa. Ao todo, 11.052 pessoas beneficiaram do apoio à renda no ano passado, quando o Ministério das Infraestruturas e da Habitação (MIH) recebeu 19.651 candidaturas. Segundo o MIH, foram gastos 23 milhões de euros com o Porta 65, o que equivale a uma subvenção média paga de 185 euros mensais. Com o Orçamento do Estado, o Governo vai poder flexibilizar as regras de acesso ao programa.

Leia a notícia completa no Jornal de Notícias (acesso pago).

Projeto do TGV arranca com contratação de assessores jurídicos para novas PPP

A Infraestruturas de Portugal (IP), entidade que está a liderar o projeto da alta velocidade no país, “optou” por recorrer a equipas externas ao Estado fazendo um ajuste direto para a assessoria jurídica para o TGV, em vez de recorrer a equipas que existem no setor público, para “otimizar os recursos disponíveis para a concretização deste projeto de caráter estruturante para o país”. O primeiro concurso público referente a este projeto de ligação entre o Porto e Lisboa deverá ser lançado “durante o primeiro semestre de 2023”.

Leia a notícia completa na CNN Portugal (acesso livre).

Buscas a Mário Ferreira apanham Procuradoria Europeia de surpresa

As buscas realizadas esta quarta-feira, que visaram várias sociedades administradas por Mário Ferreira, apanharam de surpresa a Procuradoria Europeia, que abriu já este ano um inquérito ao mesmo empresário. Isto porque, segundo o Público, seria natural que houvesse uma coordenação entre as duas instituições, já que ambas se debruçam sobre o universo empresarial do dono da Douro Azul e maior acionista da dona da TVI. Esta falta de articulação parece ainda mais difícil de entender pelo facto de o procurador europeu delegado que dirige o inquérito destinado a investigar eventuais fraudes na obtenção de fundos europeus ter trabalhado antes no DCIAP, onde esteve durante vários anos. (Mário Ferreira também é acionista do ECO.)

Leia a notícia completa no Público (acesso condicionado).

Centros comerciais com “vendas acima de 2019”

Após cerca de três meses “novamente encerrado” em 2021, o setor do retalho já está agora a superar os níveis pré-pandemia em termos de vendas. De acordo com a recém-eleita presidente da Associação Portuguesa de Centros Comerciais (APCC), no acumulado entre janeiro e maio, o retalho “está ao nível ou até acima ligeiramente acima de 2019”. “As vendas têm disparado bastante desde março, a partir do alívio total das medidas”, diz Cristina Moreira Santos. A responsável diz que “são boas notícias para o setor” e acredita “que a situação se irá manter”.

Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (ligação indisponível).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: Novobanco, apoio à renda e TGV

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião