Huawei arranca com primeiro Summer Camp 4 Her. 3 dias para promover paridade de género nas tech

Durante três dias, 15 jovens universitárias irão usufruir de workshops, debates, masterclasses e aulas de surf e ioga, em Cascais. Candidaturas decorrem até 20 de julho.

Depois de no verão do ano passado a Huawei Portugal ter lançado a primeira Summer School for Female Leadership in the Digital Age, a tecnológica regressa com uma nova iniciativa para promover uma maior paridade de género na indústria: o Huawei Summer Camp 4 Her. Durante três dias, 15 jovens universitárias irão usufruir de workshops, debates, masterclasses e aulas de surf e ioga, em Cascais. Candidaturas decorrem até 20 de julho.

“Esta iniciativa surge no âmbito do compromisso da Huawei com a capacitação do talento nacional, com especial incidência na área das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC)”, começa por explicar Diogo Madeira da Silva, diretor de public affairs & communications da Huawei Portugal, à Pessoas. Mas não só. “Existe com esta iniciativa uma aposta na promoção de um maior equilíbrio de género na indústria.”

No ano passado, a Huawei arrancou em Portugal com a Summer School for Female Leadership in the Digital Age, um projeto que reuniu em Lisboa 27 jovens talentos de todos os Estados-membros da União Europeia. “Foi um espaço que permitiu a partilha de conhecimento sobre as TIC e o desenvolvimento de ações direcionadas a mulheres, também com o objetivo de mostrar que este mundo – da tecnologia, digitalização e inovação – pode ser mais equilibrado no que à questão do género diz respeito”, descreve Diogo Madeira.

Considerámos que a Summer School que teve como palco Lisboa merecia continuidade, mas desta vez num formato diferente e 100% nacional.

Diogo Madeira

Diretor de public affairs & communications da Huawei Portugal

O projeto, entretanto, ganhou dimensão europeia tendo-se já realizado outras edições. “A School for Female Leadership in the Digital Age foi uma iniciativa paradigmática da Huawei Portugal, e temos imenso orgulho em ver algo que, desenvolvido e testado no nosso País, cresceu para se tornar um projeto europeu, liderado pela nossa equipa regional”, relata o responsável de comunicação da Huawei. Há cerca de meio ano decorreu uma edição de inverno em França e a terceira edição decorre já na próxima semana em Praga, na República Checa.

“Por cá, considerámos que a Summer School que teve como palco Lisboa merecia continuidade, mas desta vez num formato diferente e 100% nacional”, diz.

Cascais recebe Summer Camp 4 Her

Cascais foi a localidade escolhida para receber a primeira edição do Summer Camp 4 Her, entre 25 e 29 de julho. Durante três dias, 15 jovens universitárias de todas as áreas académicas terão acesso a um programa de workshops e masterclasses “e outros fóruns de discussão em que os temas da tecnologia, sustentabilidade e desenvolvimento pessoal estarão sempre presentes.” E, porque o Summer Camp acontece num cenário descontraído, o programa inclui experiências de ioga, surf e alimentação saudável.

“Pretendemos que durante estes dias em que ficarão alojadas em Cascais as jovens consigam explorar novos caminhos para o seu futuro profissional, equacionando carreiras na área da tecnologia e perceber como a inovação tecnológica pode contribuir para o desenvolvimento sustentável”, refere Diogo Madeira.

Uma iniciativa dirigida apenas ao talento feminino. “O foco nas mulheres estudantes vem da necessidade de promoção de um maior equilíbrio de género na indústria das TIC. Veja-se que, atualmente, de acordo com o Eurostat, as mulheres representam apenas 14,4% da força de trabalho em Tecnologias de Informação e Comunicação em Portugal, um número que está abaixo da média europeia. O nosso esforço surge com o objetivo de contrariar estes valores e tornar o mercado de trabalho na área mais equilibrado”, justifica.

“A nossa proximidade ao mundo académico é também firmada com estas iniciativas que nos permitem estabelecer relações vantajosas com todas as partes envolvidas. Para a Huawei porque temos contacto com o talento jovem e para a própria academia pela integração de temas fraturantes para o ensino atual, como é a tecnologia”, reforça.

O foco nas mulheres estudantes vem da necessidade de promoção de um maior equilíbrio de género na indústria das TIC. Veja-se que, atualmente, de acordo com o Eurostat, as mulheres representam apenas 14,4% da força de trabalho em Tecnologias de Informação e Comunicação em Portugal, um número que está abaixo da média europeia. O nosso esforço surge com o objetivo de contrariar estes valores e tornar o mercado de trabalho na área mais equilibrado.

Diogo Madeira

Diretor de public affairs & communications da Huawei Portugal

As estudantes selecionadas as candidaturas decorrem até 20 de julhousufruirão de uma bolsa que cobrirá todos os custos com alojamento, alimentação e deslocação, bem como o acesso a todas as atividades.

Inserido no ICT Talent Development Framework da Huawei, o Summer Camp 4 Her surge após a primeira edição do programa de bolsas de estudo da Huawei Portugal, em que a tecnológica atribuiu 50 bolsas de estudo no valor total de 250 mil euros a estudantes portugueses de licenciatura, mestrado e doutoramento, tendo sido metade dessas bolsas atribuídas a mulheres. Das mais de 3.000 candidaturas, cerca de metade eram estudantes do sexo feminino.

E seguirá o caminho da Summer School for Female Leadership in the Digital Age? “O que agora apresentamos é um conceito distinto e assente em três pilares: Tecnologia, Sustentabilidade e Desenvolvimento Pessoal. Se será replicado noutros mercados, ainda não sabemos. Mas todos os projetos que desenvolvemos localmente dão origem a um caso que partilhamos a nível regional ou global. Estamos sempre disponíveis para partilhar as experiências que desenvolvemos localmente com outras geografias.”

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Huawei arranca com primeiro Summer Camp 4 Her. 3 dias para promover paridade de género nas tech

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião