Devoteam quer contratar mais de 400 pessoas este ano. Há ainda 100 ofertas em aberto

Portugal, um mercado onde já trabalham 1.000 colaboradores, é a terceira maior operação da consultora focada em estratégia digital, plataformas tecnológicas e cibersegurança.

A Devoteam quer reforçar a equipa em Portugal e tem planos de contratar mais de 400 colaboradores este ano, que se irão juntar aos mais de 1.000 que a consultora focada em estratégia digital, plataformas tecnológicas e cibersegurança tem no mercado nacional. A companhia tem ainda cerca de 100 ofertas em aberto. Portugal é a terceira maior operação do grupo no mundo.

“Definimos como objetivo para este ano as 400 novas contratações, porque Portugal representa a 3.ª maior operação do grupo Devoteam no mundo e é um dos principais hubs de competências, fornecendo atualmente serviços para diversas geografias onde operamos. De facto, posso mesmo dizer que em junho atingimos 75% deste objetivo, pelo que até final do ano já prevemos ultrapassar as 400 novas contratações“, revela Bruno Mota, managing director da Devoteam Portugal, à Pessoas.

A consultora tem ainda cerca de 100 ofertas de emprego por preencher. Procura perfis com diversos níveis de senioridade, nomeadamente: Cloud Architects, DevOps Engineers, Project Managers, Business Analysts, Java Developers, .Net Developers, Data Analysts e Data Scientists.

“Estamos também a reforçar a nossa estrutura em áreas como RH, marketing, contabilidade e controlo de gestão”, completa o managing director da Devoteam Portugal.

Os novos colaboradores irão juntar-se aos cerca de 1.000 trabalhadores que a consultora tem em Portugal. “O nosso modelo de trabalho é híbrido. Acreditamos que é essencial equilibrar a produtividade, a redução de custos e a flexibilidade de horários que o trabalho remoto oferece com a convivência social e o relacionamento interpessoal do trabalho presencial, fatores-chave para conseguir retirar o maior potencial das pessoas”, descreve Bruno Mota. “Temos vários casos em que os colaboradores estão 100% remote e outros em que estão 100% em regime presencial nas instalações dos clientes.”

A consultora tem vindo nos últimos anos a investir em “diversas iniciativas de atração que se têm revelado eficazes”, assegura Bruno Mota.

“Criámos comunidades focadas em Cloud e unidades dedicadas a Creative Tech e a Business Consulting; tornámo-nos numa Learning Company, que investe no desenvolvimento pessoal, na formação técnica e na certificação dos colaboradores; e somos também reconhecidos como uma organização People First, pois valorizamos o bem-estar (físico e psicológico) das nossas pessoas”, enumera o responsável da consultora. “Temos um propósito: ‘Creative Tech for a Better Change‘, que asseguramos através dos valores que praticamos no dia-a-dia e reforçamos com a Fundação Devoteam”, conclui.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Devoteam quer contratar mais de 400 pessoas este ano. Há ainda 100 ofertas em aberto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião