“Em Portugal, 60% das novas contratações são mulheres”, diz CEO da Salesforce para a Europa do sul

O responsável revela que entraram cerca de 40 colaboradores para o escritório em Portugal no primeiro ano e que as contrações vão continuar. Elogia também a capacidade de Lisboa para atrair talento.

Um dos valores que a norte-americana Salesforce elege é o da igualdade e Portugal destaca-se nesse capítulo entre os vários mercados onde a multinacional opera, com as mulheres a predominarem nas novas contratações, revela o CEO para a Europa do Sul, Denis Terrien.

O responsável esteve em Portugal para o Salesforce Innovation Day, um evento que reuniu mais de 1.100 convidados no Centro Cultural de Belém no dia 6. Em entrevista ao ECO/Pessoas, afirmou que vê “a mesma vontade das empresas em fazer a transição para o mundo digital” que encontra noutros mercados. Mas há aspetos onde o país sobressai.

“Em termos de talento, estou muito orgulhoso. Um dos nossos valores é a igualdade. Em Portugal, 60% das pessoas que estamos a contratar são mulheres. É um aspeto em que Portugal está a liderar”, assinala Denis Terrien, que é também presidente do Institut Français des Administrateurs. Destaca também o facto de várias pessoas que têm responsabilidades na empresa na Europa serem portuguesas.

Lisboa provou ser um local que atraiu muito talento jovem. A tecnologia é essencial, porque sem ela teriam de trabalhar em Milão, Madrid, Barcelona ou Londres. Portugal pode continuar a ser um hub de desenvolvimento tecnológico e continuar a atrair talento e a desenvolvê-lo localmente.

Denis Terrien

CEO para a Europa do Sul da Salesforce

O vice-presidente executivo da gigante norte-americana de software para gestão da relação com clientes (CRM) sublinha outro ponto forte: a capacidade da capital para atrair estrangeiros com formação superior. “Muito talento jovem, por conseguir trabalhar num ambiente de trabalho flexível, escolhe viver em Lisboa“, afirma.

“Lisboa provou ser um local que atraiu muito talento jovem. A tecnologia é essencial, porque sem ela teriam de trabalhar em Milão, Madrid, Barcelona ou Londres. Portugal pode continuar a ser um hub de desenvolvimento tecnológico e continuar a atrair talento e a desenvolvê-lo localmente”, acrescenta.

A Salesforce decidiu abrir um escritório em Portugal há cerca de um ano para responder ao aumento da procura pelos serviços da empresa, que incluem ainda ferramentas de vendas, customer experience, marketing, comércio eletrónico, analítica ou a plataforma Slack, adquirida em junho de 2021. A equipa vai continuar a crescer.

No primeiro ano recrutámos cerca de 40 pessoas e vamos continuar a fazê-lo porque a procura é muito grande. O talento está aqui, os clientes estão aqui e os parceiros também estão aqui”, afirma o gestor.

Sonae MC, Novobanco, Grupo Brodheim, Grupo Pestana, Sport Lisboa e Benfica, Gato Preto, Ascendum, Amorim Luxury ou Perfumes & Companhia são alguns dos clientes da multinacional em Portugal, mercado onde a faturação cresceu cerca de 35% no ano passado.

“Até 2026, a economia Salesforce, que é tudo o que está relacionado com a empresa, deverá criar mais 20 mil empregos e mil milhões de dólares em valor, segundo dados da IDC. Estamos comprometidos, em conjunto com os nossos acionistas e partes interessadas, para garantir que continuamos a desenvolver a economia local”, garantiu também Denis Terrien.

Fundada em 1999 por Marc Benioff, que é também o atual CEO, a Salesforce conta com mais de 70 mil colaboradores em todo o mundo, tem receitas superiores a 26 mil milhões de dólares e uma capitalização bolsista de 170 mil milhões de dólares.

(Notícia alterada às 14h30 após esclarecimento da Salesforce de que os homens representam a maior percentagem de colaboradores em Portugal. O maior peso das mulheres diz afinal respeito apenas às novas contratações).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Em Portugal, 60% das novas contratações são mulheres”, diz CEO da Salesforce para a Europa do sul

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião