Marsh reforça liderança das corretoras globais de seguros

  • ECO Seguros
  • 24 Julho 2022

O ano pós-pandemia ainda trouxe fraco crescimento ao negócio e a fusão falhada da AON e Marsh dominou as expectativas. Oito das 20 maiores corretoras do mundo têm ligações a Portugal. Veja o top.

O grupo Marsh & McLennan reforçou a liderança mundial dos corretores de seguros em 2021, segundo dados coincidentes das consultoras Insuramore e da agência de rating A.M.Best. A Insuramore estima que, em 2021, a receita global das corretoras ou grupos corretores atingiu, em dólares, os 121 mil milhões de euros, um valor 3% superior ao obtido em 2020, primeiro ano da pandemia e da queda generalizada do PIB a nível mundial.

Dan Glaser (Marsh McLennan), Greg Case (AON) e Carl Hess (WTW) personificam a liderança de um quarto do negócio mundial de corretagem de seguros.

Os 20 maiores grupos significam quase metade da corretagem no mundo, com a líder Marsh a obter 11,5% de quota de mercado munidal no final de do ano passado. A AON manteve o segundo lugar crescendo 10,3% enquanto a WTW, ex-parceira de candidata a fusão, baixou 5% as suas vendas mas manteve o seu terceiro lugar no ranking mundial.

As quatro maiores do ranking estão representadas em Portugal. Marsh, AON e WTW têm sucursais portuguesas, a Costa Duarte representa a Gallagher, quarta maior grupo corretor do mundo e Lockton, a 7ª maior. O Grupo MDS é parceiro da Alliant no consórcio Brokerslink, mas passou a ser detido pela Ardonaugh Group que em 2021 passou a ser 16º maior. A Howden, o 14º maior tem representação direta em Portugal.

O ano 2021 foi marcado pelo fim do processo de fusão da AON com a WTW que daria a maior corretora do mundo. Assim as 5 maiores ficaram no ranking como em 2020. Segundo a A.M.Best no ano passado realizaram-se 1.034 negócios de fusão ou aquisição no setor com a Acrisure, agora 6ª do ranking mundial a comprar 122 congéneres, mais que a sua média de 104 negócios em cada um dos últimos 5 anos.

A Marsh McLennan celebrou em 150 anos 2021 reforçando a sua liderança com um crescimento de 13,6%, a AON cresceu 10% essencialmente por via orgânica, a WTW aproveitou a fusão para remodelar a companhia tendo regredido negócios em 5% e vendido o negócio de Tratados da Willis Re à Gallagher o que tornou a resseguradora desta última a terceira maior do mundo.

Destaque ainda para a Ameritrust Group que reentrou no top 20 mundial em 2021 e, em abril deste ano, a Fosun, também maior acionista da Fidelidade, vendeu a sua participação na corretora norte-americana.

Sendo grupos corretores, associam outros negócios pelo que a corretagem em si não significa todo o negócio que fazem com a sua marca ou marcas agregadas ao grupo. A Brown & Brown apenas realiza 65% das suas receitas na corretagem de seguros, mas já a Broadstreet Partners e a GoHealth dedicam-se 100% a esta categoria de distribuição de seguros.

Os 20 maiores grupos corretores do mundo em 2021 foram:

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Marsh reforça liderança das corretoras globais de seguros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião