Governo mantém presidente do Metro de Lisboa

Vítor Domingues dos Santos fica à frente do metropolitano da capital até final de 2024. Vereador da câmara João Paulo Saraiva entra para conselho de administração.

O Governo manteve o atual presidente do Metro de Lisboa. Vítor Domingues dos Santos vai continuar a liderar a transportadora pública até ao final de 2024, segundo um despacho publicado esta quarta-feira em Diário da República.

João Paulo Saraiva é a única novidade no novo conselho de administração da empresa: o ex-vice-presidente da câmara no mandato de Fernando Medina e até agora atual vereador do município do movimento Cidadãos por Lisboa — eleito pelas listas do PS — vai ser um dos dois vogais do metropolitano, segundo o documento conjunto assinado pelos ministros das Finanças e do Ambiente e Ação Climática, Fernando Medina e Duarte Cordeiro, respetivamente.

O terceiro elemento do conselho de administração continua a ser Maria Helena Carrasco Campos.

Vítor Domingues dos Santos presidente ao Metro de Lisboa desde janeiro de 2017. Nascido em 1952, o engenheiro de formação vai para o terceiro mandato consecutivo nesta empresa de transportes.

A expansão da rede do Metro de Lisboa, com o início do funcionamento da linha circular, é uma das prioridades do novo mandato. Vítor Domingues dos Santos também tem como missão a expansão da linha vermelha.

No curto prazo, o Metro de Lisboa procura estancar o ciclo de greves: desde março que têm decorrido paralisações parciais, totais ou às horas extraordinárias. Além do aumento dos salários, os trabalhadores têm exigido a contratação de novos funcionários. Para 2022, já foi prometida a entrada de 58 novos trabalhadores.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo mantém presidente do Metro de Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião