Governo português é dos que menos gastam em investigação e desenvolvimento na UE

Governo português investiu 75,6 euros por pessoa em investigação e desenvolvimento em 2021, menos 69% do que a média europeia.

Os governos dos 27 países da União Europeia (UE) investiram 109,25 mil milhões de euros em investigação e desenvolvimento (I&D) em 2021. O aumento foi de 6% em comparação com 2020 (102,791 mil milhões de euros), referem os dados divulgados pelo gabinete estatística Eurostat. Contudo, as verbas orçamentais aplicadas por país e por pessoa são bastante diferentes.

Desde logo, o governo Portugal é um dos países na UE que menos investem em I&D por habitante: em 2021, foram 75,6 euros, ainda assim, mais 5% do que em 2020. O aumento foi insuficiente para retirar o país do fundo da tabela, ocupando o 19.º lugar. Pior mesmo só Eslováquia, Malta, Lituânia, Polónia, Hungria, Letónia, Bulgária e Roménia.

O montante investido por Portugal é 70% inferior ao da média europeia, que atingiu 244,3 euros em 2021.

Investimento per capita em I&D na UE em 2021

Fonte: EurostatFonte: Eurostat

No outro lado da tabela, o Luxemburgo foi o país europeu com mais investimento per capita, atingindo os 689,1 euros (mais 13,3% face a 2020). Logo a seguir surgem Dinamarca (530 euros/pessoa) e Alemanha (470,9 euros/habitante).

Também foram contabilizados os países que mais aumentaram o investimento per capita na última década. Entre 2011 e 2021, os maiores saltos foram dados pela Letónia (de 14 para 45 euros, mais 221,4%), Grécia (de 58 para 152 euros, mais 162%) e Hungria (de 30 para 60 euros, mais 100%). Espanha destacou-se por ter reduzido as verbas (de 155 para 152 euros, menos 1,9%).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo português é dos que menos gastam em investigação e desenvolvimento na UE

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião