Governo cria apoio de 290 milhões de euros para acelerar transição energética

Costa Silva considera esta a "medida mais estrutural do programa" uma vez que ajudará as empresas a reduzir as faturas energéticas e diminuir a dependência dos combustíveis fósseis.

No âmbito do programa “Energia para Avançar” para ajudar as empresas a enfrentar o de custos, o Governo criou um apoio de 290 milhões de euros para acelerar a eficiência e transição energética nas empresas.

A medida, apresentada pelo ministro da Economia e do Mar, esta quinta-feira em conferência de imprensa, custará 290 milhões de euros, sendo que 250 milhões vão ser operados a partir do Agência para a Competitividade e Inovação (IAPMEI) para setor industrial e 40 milhões para o setor agroalimentar.

[Esta] é a medida mais estrutural do programa [de apoio às empresas]“, referiu António Costa Silva, durante a apresentação, referindo que a medida “é absolutamente vital para o nosso país e para o tecido produtivo” uma vez que acelera a descarbonização numa altura em que os preços dos combustíveis fósseis, como o gás natural, atingem preços “proibitivos”.

“Somos um país que continua a desperdiçar energia. Temos 30% da energia nacional que é desperdiçada. É vital que a aceleração da eficiência e transição funcione para monitorizar os consumos e diminuir a dependência”, acrescentou o governante, argumentando que as empresas que aderiram, no passado, aos programas lançados pelo Governo no sentido da descarbonização e têm hoje painéis fotovoltaicos instalado registam “uma fatura energética mais baixa”.

Costa Silva sublinhou que esta medida terá que ser adotada em coordenação com as anteriores já lançadas pelo Governo e que visam acelerar os mesmos objetivos energéticos em escolas e instituições de forma a serem criadas “comunidades autossustentáveis”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo cria apoio de 290 milhões de euros para acelerar transição energética

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião