Bancos colocam à venda 540 milhões em malparado

  • ECO
  • 16 Setembro 2022

Risco de subida do crédito malparado aumenta e bancos aceleram venda de “ativos problemáticos”. Em causa estão cinco carteiras de crédito malparado no valor de 540 milhões de euros, de quatro bancos.

Juros a subir, prestações mensais da casa a aumentar. O risco de subida do crédito malparado está a crescer e, por isso, os bancos estão a acelerar a venda de “ativos problemáticos”. O Jornal Económico noticia esta sexta-feira que estão no mercado, atualmente, cinco carteiras de crédito malparado, de quatro bancos, com um valor global de 540 milhões de euros.

De acordo com o jornal, o Novobanco tem à venda um portefólio, chamado “Minerva”, com imóveis recebidos por dação em cumprimento de crédito, no valor de 140 milhões. Já o BCP está a tentar vender um portefólio chamado “Aurora”, composto por 30 milhões de crédito em incumprimento e 40 milhões em imóveis recebidos em dação.

O Montepio quer alienar duas carteiras de malparado, uma de 130 milhões e outra de 100 milhões, com características diferentes. Por fim, o Santander Totta tem à venda um portefólio de 100 milhões em imóveis recebidos por incumprimento de crédito. Chama-se “Guadiana”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bancos colocam à venda 540 milhões em malparado

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião