Fundo Equitix em negociações exclusivas para comprar Indaqua. Negócio avaliado em 800 milhões de euros

Esta será a quarta vez que a maior empresa privada no setor da água em Portugal salta de mãos. Em cima da mesa estão 800 milhões de euros.

Vai ser um dos maiores negócios de M&A (Mergers and Acquisitions) do ano: o fundo Equitix está em fase de negociações exclusivas para a compra da Indaqua ao fundo Antin Infrastructure Partners, um negócio avaliado em cerca de 800 milhões de euros. Além se preparar para adquirir a maior empresa privada no setor da água em Portugal, o fundo britânico especializado no setor das infraestruturas também vai comprar a PlainWater Serviços, empresa ativa no setor da recolha e tratamento de águas residuais e detida pela Indaqua, apurou o ECO/Capital Verde junto de uma duas fontes que conhecem o processo.

Oficialmente, não foi possível obter quaisquer comentários ao negócio, mas, a concretizar-se esta transação, será a quarta vez que a Indaqua é transacionada no espaço de seis anos. A maior operadora privada no setor da água em território nacional já foi detida pela Mota-Engil, que, em 2016, vendeu por 60 milhões de euros a sua posição à empresa israelo-americana Myia, por sua vez controlada, a partir de 2019, pelo fundo de private equity Bridgepoint, até ser adquirida pelo fundo Antin em setembro de 2020. Segundo o Jornal Económico, esta última transação terá sido no valor de 625 milhões de euros.

O valor agora em causa deverá rondar os 800 milhões de euros e inclui, também, a compra da Plainwater, detida pela Indaqua, apurou o ECO. A empresa especializada na gestão de sistemas de abastecimento de água, recebeu, em janeiro de 2022, “luz verde” da Autoridade da Concorrência (AdC) para a compra da empresa de abastecimento de água e recolha e tratamento de águas residuais PlainWater, que explora três concessões no Norte do país, detendo ainda a Hidurbe Serviços, empresa multisserviços de operações e manuseamento de infraestruturas de água.

Ao que foi possível apurar, a estrutura financeira do negócio estará ainda a ser finalizada e poderá envolver a participação de um sindicato bancário para financiar parte da operação,

A Indaqua, liderada por Enrique Castiblancs e, operacionalmente, por Pedro Perdigão, tem atualmente cinco concessões municipais de distribuição de água – em Santo Tirso/Trofa, Santa Maria da Feira, Matosinhos, Vila do Conde e em Oliveira de Azeméis – e uma parceria público-privada (PPP), abastecendo 600 mil pessoas e contabilizando mais de 700 trabalhadores.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fundo Equitix em negociações exclusivas para comprar Indaqua. Negócio avaliado em 800 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião