Execução orçamental. Sinal vermelho nas receitas

As receitas das administrações públicas estão aquém do previsto por Mário Centeno, mostram os dados da Direção-geral do Orçamento. Mas a baixa execução de despesas salva número do défice.

Na execução orçamental de janeiro a agosto, tanto as receitas como as despesas estão aquém do que era previsto pelo ministro das Finanças, Mário Centeno, no Orçamento do Estado para 2016. A diferença é que, no caso das despesas, esta até pode ser uma boa notícia para o objetivo de redução do défice. Já no que toca às receitas, os números deixam um verdadeiro sinal vermelho ao Executivo.

 

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Execução orçamental. Sinal vermelho nas receitas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião