Rimowa junta-se ao grupo de luxo LVMH por 640 milhões

  • ECO
  • 4 Outubro 2016

Fundada em 1898, a Rimowa prevê faturar mais de 400 milhões de euros.

A LVMH, grupo que detém a Louis Vuitton, comprou esta terça-feira a Rimowa, marca de malas de viagem, por 640 milhões de euros. Esta é a primeira marca alemã a fazer parte do grupo de marcas de luxo francês. Para este ano, a Rimowa prevê faturar mais de 400 milhões de euros.

A marca foi comprada ao neto do fundador, Dieter Morszeck, que vai continuar na gestão como vice-diretor executivo. Já o filho do presidente da LVMH, Alexandre Arnault, vai tornar-se o vice-presidente executivo da Rimowa, de acordo com a Bloomberg.

Fundada em 1898, a Rimowa é conhecida por ter sido a primeira a produzir malas de viagem em alumínio. Os produtos mais recentes da marca têm incorporados um dispositivo eletrónico que permite a comunicação entre o dono da mala e o seu telemóvel, via bluetooth. Já o grupo francês, fundado em 1987, é famoso por incorporar várias marcas de artigos de luxo. Além da Louis Vuitton, fazem parte do grupo a Moët & Chandon, Céline, Givenchy, Bvlgari, Marc Jacobs, entre muitas outras.

Artigo editado por Mariana de Araújo Barbosa

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Rimowa junta-se ao grupo de luxo LVMH por 640 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião