Venda da Monterroio vai fazer disparar lucros da Jerónimo Martins

  • Leonor Rodrigues
  • 13 Outubro 2016

O grupo português deverá registar um resultado líquido de cerca de 338 milhões de euros só no terceiro trimestre deste ano.

A venda da Monterroio à Fundação Manuel dos Santos em setembro contribuiu para fazer disparar os lucros da Jerónimo Martins, diz o CaixaBI. Só esta transação significou um encaixe de cerca de 229 milhões de euros para os cofres da empresa.

O relatório prevê que o grupo português contabilize um resultado líquido de cerca de 338 milhões de euros no terceiro trimestre deste ano, um aumento de cerca de 235 milhões de euros comparativamente ao período homólogo de 2015 (103 milhões de euros).

Em termos recorrentes, estimamos um crescimento do resultado líquido de 3,7% em termos homólogos para 109 milhões de euros“, refere o analista André Rodrigues, do CaixaBI. Os resultados reais da empresa só serão conhecidos no próximo dia 21 de outubro.

A Jerónimo Martins deverá registar vendas de cerca de 3,74 mil milhões de euros, mais 21 milhões do que no mesmo período do ano passado. O Pingo Doce continua a ser unidade de negócio em Portugal que mais vendas contabiliza (917 milhões) mas a cadeia de supermercados polaca Biedronka detida pela empresa é líder, com um volume de vendas superior aos 2,4 mil milhões de euros.

“Destaque para a evolução da atividade na Biedronka, nomeadamente ao nível de vendas. Note-se que os resultados a apresentar pela empresa, quando expressos em euros, serão afetados pela desvalorização da moeda polaca face ao euro”, refere André Rodrigues que tem um preço-alvo de 15,20 euros e uma recomendação de “acumular” para a Jerónimo Martins.

Nota: A informação apresentada tem por base a nota emitida pelo banco de investimento, não constituindo uma qualquer recomendação por parte do ECO. Para efeitos de decisão de investimento, o leitor deve procurar junto do banco de investimento a nota na íntegra e consultar o seu intermediário financeiro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Venda da Monterroio vai fazer disparar lucros da Jerónimo Martins

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião