Barómetro do Turismo prevê Natal e Ano Novo melhores

  • Lusa
  • 18 Outubro 2016

Haverá mais receitas, dormidas e turistas do mercado externo do que em 2015, e no mercado interno deve manter-se a mesma evolução.

Os operadores turísticos estimam que o Natal e o fim de ano registem mais receitas, dormidas e turistas, na comparação com 2015, a nível do mercado externo, segundo o barómetro setorial hoje divulgado.

Com base em 70 respostas, o Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT) indicou que 80% dos inquiridos prevê que as festividades no final do ano serão “melhores” quanto ao mercado externo, enquanto o mercado interno deverá registar uma evolução idêntica a 2015.

À questão sobre o impacto da saída do Reino Unido da União Europeia, na sequência do referendo realizado em junho, a maioria dos inquiridos (77%) respondeu que não haverá consequências no setor. O Reino Unido é um dos principais mercados emissores de turistas para Portugal.

Segundo o barómetro, o índice de confiança médio no desempenho do setor do turismo atingiu, em setembro, o valor mais elevado desde março de 2010, traduzindo 83,6 pontos e um acréscimo de 2,8 pontos face ao último registo datado de abril passado.

Perspetivando os próximos seis meses, os operadores indicaram que a procura turística externa e o investimento privado devem subir, enquanto a carga fiscal, o investimento público e a procura turística interna deverão manter-se. Dos inquiridos que responderam, 35% estimam que o investimento público poderá diminuir.

O período de auscultação do barómetro número 50 decorreu entre 22 de setembro e 03 de outubro, num universo de 173 membros, tendo-se registado 70 respostas.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Barómetro do Turismo prevê Natal e Ano Novo melhores

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião