Taxa de juro manteve em setembro tendência decrescente

  • Ana Luísa Alves
  • 21 Outubro 2016

Face ao período homólogo do ano passado, a taxa de juro regista também uma queda, desta vez de 0,181%. 

A taxa de juro implícita no crédito à habitação continua em queda. Setembro foi o 25º mês consecutivo em que esta taxa registou uma queda, situando-se neste momento nos 1,047%. Os dados foram revelados esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

“A taxa de juro implícita fixou-se em 1,047% em setembro, traduzindo uma redução de 0,012 pontos percentuais face ao observado em agosto. A prestação média vencida para a globalidade dos contratos foi 237 euros, um euro inferior à observada no mês anterior”, revela o INE em comunicado.

Também a taxa de juro do crédito à habitação registou uma queda, passando de 1,059% em agosto para 1,047% em setembro. Nos contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro implícita foi 2,009% inferior a 0,047 p.p. à observada em agosto”, revela o INE em comunicado. Já nos contratos celebrados nos últimos três meses, o valor médio da prestação foi 307 euros, uma diminuição face aos 313 euros em agosto.

O montante médio do capital em dívida registou igualmente uma descida, situando-se em setembro nos 87.176 euros, em comparação com os 87.842 euros de agosto.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Taxa de juro manteve em setembro tendência decrescente

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião