Petróleo volta a baixar dos 50 dólares

  • Leonor Rodrigues
  • 26 Outubro 2016

Os preços recuam quase 2%, apesar de se ter registado uma quebra nos inventários da matéria-prima.

O preço do petróleo está a cair, voltando a negociar abaixo dos 50 dólares por barril. Atualmente, em Londres o Brent está a cair 1,85% para os 49,85 dólares e em Nova Iorque o WTI está a perder 1,72% para os 49,10 dólares.

Esta queda dos preços acontece depois de as reservas de crude na Costa Oeste dos Estados Unidos terem caído inesperadamente dos 2,26 milhões para os 1,47 milhões de barris, o nível mais baixo desde janeiro do ano passado.

Mas a região é muitas vezes ignorada pelos traders pelo facto de o sistema de distribuição de petróleo se encontrar isolada do resto do país. A nível nacional, a queda foi de 553 mil barris, ao contrário da previsão dos analistas citados pela Bloomberg, que contavam com um aumento das reservas.

“Este mercado é traiçoeiro”, afirma Adam Wise, analista da John Hancock. E explica o porquê: “as notícias ou alterações no sentimento podem facilmente levar a movimentos na direção oposta” ao que se prevê.

A quebra no preço do petróleo vem contrariar o pretendido pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo, que acordou em setembro uma redução na produção desta matéria-prima para que o valor do barril volte a aumentar. Mas isso não se tem verificado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Petróleo volta a baixar dos 50 dólares

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião