Portagens vão subir no próximo ano

A subida da taxa de inflação em outubro deverá ser suficiente para fazer mexer com os valores das portagens nas autoestradas em 2017.

As portagens deverão subir no próximo ano. É o resultado da taxa de inflação, que deverá levar a uma interrupção no congelamento dos preços a pagar pelos portugueses nas autoestradas fruto da quase inexistente alteração dos preços no consumidor nos últimos anos.

O índice de preços ao consumidor em outubro, excluindo a habitação, que serve de referência para a atualização dos preços das portagens, subiu face a setembro. Aumentou de 0,58% em setembro para 0,84%, de acordo com os dados do INE. Uma forte subida que deverá levar a um agravamento do valor a pagar.

Esta percentagem é aplicada aos valores unitários cobrados em cada lanço de autoestrada. Como o valor de cada um tende a ser reduzido, nem em todas as portagens se sentirá o aumento dos valores.

A título de exemplo, na A1 que liga Lisboa ao Porto, o lanço mais caro é de 2,25 euros. Aplicando a inflação, o aumento é de 1,90 cêntimos, o que não cumpre com a regra de atualização que dita o arredondamento em múltiplos de cinco cêntimos. E não passa os 2,5 cêntimos que permitem esse arredondamento para cinco cêntimos.

Mas pode, mesmo assim, haver uma revisão em alta. Como? É que o valor que é pago pelos portugueses neste lanço, por exemplo, é de 2,25 euros. Este valor pode ser o mesmo há alguns anos se a taxa de inflação não permitir o arredondamento em múltiplo de cinco cêntimos, mas a concessionária vai aplicando a taxa na mesma. Ou seja, pode o valor real ser de 2,274 euros. Com o novo aumento da inflação a recair sobre este valor, o preço final acaba por subir.

Se no caso dos automóveis ligeiros, que são Classe 1, há portagens que podem não ser atualizadas em 2017, no caso dos veículos pesados, cujos pórticos são mais caros, é mais provável esse agravamento. Por exemplo, na A1, os veículos de Classe 4 pagam 5,60 euros. Com esta taxa de inflação, o aumento é de 4,7 cêntimos. Os cinco cêntimos de aumento estão, assim, garantidos.

As concessionárias terão agora de entregar ao Governo as propostas de atualização até ao dia 15 de novembro para que o Executivo as valide. As alterações aos valores das portagens arrancam no dia 1 de janeiro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portagens vão subir no próximo ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião