Presidenciais 2017 em França: ex-ministro da Economia é candidato

O anúncio acontece amanhã às 10h30, hora francesa, numa escola na região de Bobigny, perto de Paris. Macron foi o autor de reformas de liberalização da economia francesa, o que valeu a demissão.

O ex-ministro francês Emmanuel Macron vai mesmo ser candidato às Presidenciais de 2017. A Euronews, que cita fontes próximas do líder do movimento “En Marche!” (Em Marcha), avança que o anúncio oficial será feito esta quarta-feira de manhã, 16 de novembro.

O líder do movimento que foi lançado em abril deste ano vai mesmo avançar para a corrida para ser o próximo Presidente de França. O anúncio acontece amanhã às 10h30, hora francesa, numa escola na região de Bobigny, perto de Paris.

De acordo com informações avançadas pela agência francesa AFP, na semana passada, a candidatura já tem 1700 comités de apoio local e angariou quase três milhões de euros.

Nos últimos meses, o agora candidato viu a sua popularidade subir à medida que o movimento Em Marcha se instalou na sociedade francesa. Por outro lado, tanto Hollande como Valls sofreram quedas na popularidade. Com 39 anos, será o candidato mais jovem às eleições do próximo ano, para já.

Emmanuel Macron foi ministro da Economia de agosto de 2014 a agosto de 2016 a convite, como independente, de Manuel Valls, atual primeiro-ministro francês. Macron foi o autor de várias reformas de liberalização da economia francesa, o que valeu um afastamento do Governo por causa de críticas à esquerda.

A informação de que Macron ia candidatar-se foi originalmente anunciada na semana passada pelo jornal francês Les Echos.

Editado por Mónica Silvares

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Presidenciais 2017 em França: ex-ministro da Economia é candidato

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião